Julgamento de dirigentes do PSG pela confusão após eliminação na Champions segue indefinido
Lance!
Julgamento de dirigentes do PSG pela confusão após eliminação na Champions segue indefinido


O presidente do PSG Nasser Al-Khelaifi e o diretor e futebol do clube Leonardo não devem ser sancionados devido à confusão após a eliminação do time na Champions contra o Real Madrid. De acordo com o jornal francês "Le Parisien", o Comitê Disciplinar da Uefa teria previsto o julgamento para esta terça, dia 29 de março. Posteriormente, adiou para o dia seguinte e agora postergou novamente e sem data definida.

Ainda de acordo com o jornal, a entidade não suspendeu o julgamento e também não tem em mente não sancionar os dois dirigentes do clube parisiense. As sanções podem ir de uma multa até uma suspensão por infringir "princípios gerais de conduta".

>Veja a tabela de jogos das quartas da Champions

Os dois dirigentes teriam causado uma confusão nos bastidores da partida de volta das oitavas, contra o Real Madrid, na qual o PSG foi eliminado da Champions. Na ocasião, Leonardo e Al Khelaifi reclamaram bastante da arbitragem, que não marcou falta de Benzema em Donnarumma, antes do gol de empate dos Merengues.

+Cristiano Ronaldo cogita jogar a Copa do Mundo de 2026

​Leonardo e Al Kheaifi teriam proferido gritos e golpes contra a porta do vestiário da equipe de arbitragem e quebrado a bandeirinha de um dos assistentes. Um funcionário do Real Madrid filmou a confusão. A UEFA previa julgar as atitudes, mas decidiu adiar. Portanto, os dois dirigentes seguem sem ser punidos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários