Tite descarta intensidade do Brasil contra a Bolívia devido a altitude: ‘É desumano’
Lance!
Tite descarta intensidade do Brasil contra a Bolívia devido a altitude: ‘É desumano’


A Seleção Brasileira enfrenta a Bolívia em La Paz nesta terça-feira pela 18ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo. Em entrevista nesta segunda-feira, Tite disse que a equipe não vai ter o mesmo ritmo ofensivo que vem tendo nos últimos jogos por conta da altitude.

> Veja a tabela das Eliminatórias da Copa do Mundo

- A gente sempre tem uma expectativa, independentemente das adversidades colocadas. Não vai ter um time tão vertical como tem sido nos últimos jogos porque não permite, é desumano, não há essa condição. Existem outras estratégias, de posse de bola. Claro que não vai conseguir colocar o mesmo ritmo, essa velocidade que a gente emprega nos jogos em casa ou em condições normais.

– Tem muita influência (jogar na altitude) em termos estratégicos, no que podemos tirar de melhor da equipe em cima das adversidades dos adversários, em cima de uma altitude, de uma série de resultados que não tivemos historicamente contra a Bolívia, de finalizações de média-distância. São uma série de aspectos importantes que a gente leva em consideração, estrategicamente eles são importantes - disse.

Tite também falou sobre a possível ampliação da lista de convocados para a Copa do Mundo, que pode aumentar de 23 para 26 jogadores. A decisão se isso irá acontecer será no dia 31 de março, antes do sorteio dos grupos.

> Fifa informa regras para o sorteio da fase de grupos da Copa do Mundo

- Sim, diretamente, gostaria sim (da lista com 26). Abre possibilidade de ter atletas específicos e versáteis, te dá um leque maior. Assim como cinco substituições, se confirmado, eu vejo com grande influência no desempenho da equipe. Vejo isso extremamente significativo, importante. Sou incentivador. Se tiver um voto, em termos técnicos a gente é totalmente a favor - declarou o treinador.

Já classificada, a Seleção Brasileira terá mudanças na escalação titular contra a Bolívia . Sem contar com Neymar e Vini Jr, suspensos, o técnico Tite vai promover alterações para testar a equipe com jogadores que vem entrando bem.

MAIS DECLARAÇÕES DO TÉCNICO TITE

ÚLTIMO ENCONTRO DO BRASIL COM O TORCEDOR ANTES DA COPA
- É um momento de carinho, ficou uma expectativa grande em relação ao último jogo no Maracanã. Tudo aquilo foi bonito, de desempenho, de calor humano, de futebol bonito, de resultado, de respeito ao adversário. A torcida teve uma grandeza grande nesse aspecto. Eu procuro olhar o próximo passo, o próximo dia, senão a adrenalina começa te consumir de uma forma forte. Eu tento fazer o meu melhor no dia a dia.

AVALIAÇÃO DO TRABALHO NA SELEÇÃO
- São ciclos de seis anos, que te traz períodos, pega Copa. São recortes importantes. Eu tenho um pouquinho de discernimento para avaliar quando olho para outros profissionais, para formar conceitos, para julgar dentro do meu íntimo e dizer assim: deixa ele fazer o trabalho completo, deixa terminar o seu trabalho que a gente vai ter uma real exposição do que é o trabalho. Vamos segurar um pouquinho, deixar terminar, daí a gente vai ter a realidade dos fatos todos que seguirem, que acontecerem.

SONDAGEM DO ARSENAL
- A respeito da informação dada, o meu sentimento é de tristeza. Fico triste porque passa uma informação para o público que é mentira. A informação é mentira. As pessoas que se identificam comigo, fiquem tranquilas. O Tite tem conduta pessoal, valoriza sua atividade profissional, sabe da responsabilidade da Seleção. Não tem absolutamente nada.

(Foto: CARL DE SOUZA / AFP)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários