Após eliminação no Paulista, jogadores do Corinthians projetam estreia na Libertadores
Fábio Lázaro
Após eliminação no Paulista, jogadores do Corinthians projetam estreia na Libertadores


Eliminado do Campeonato Paulista após perder por 2 a 1 para o São Paulo , no estádio do Morumbi, no último domingo (27), pela semifinal da competição, o Corinthians voltará a sua atenção a partir de agora na Copa Libertadores , com estreia já agendada para o dia 5 de abril, uma terça-feira, contra o Always Ready, da Bolívia.

O estádio Muncipal de El Alto, distrito localizado nos arredores de La Paz, capital boliviana, onde o Always manda as suas partidas, é o segundo que possui maior altitude em todo o planeta. O local onde o Timão estreará na Libertadores neste ano está localizado 4.090 metros acima do nível do mar.

> TABELA - Confira e simule os primeiros jogos da Libertadores
> GALERIA - Veja todos os técnicos estrangeiros do Corinthians

Com nove dias para se preparar para a primeira rodada do grupo C da principal competição Sul-Americana, alguns jogadores já começaram a projetar o próximo compromisso logo após a derrota no Majestoso.

- Já joguei esse tipo de jogo, mas não com tanta altitude. Realmente é muito difícil de respirar. Temos que estar compactos, juntos e nos entregar muito. Só assim se vence Libertadores – disse o meia Giuliano.

Torcedor corintiano declarado, o camisa 11 acompanhou de longe a conquista continental do Timão que completa uma década neste ano. Na época em que o Corinthians conquistou a sua única Libertadores, também única até aqui, o atleta defendia o Dnipro, da Ucrânia.

Mesmo assim, Giuliano entende o espírito da Fiel Torcida e sabe que a cobrança para o Corinthians em 2022 será repetir o feito de 10 anos atrás e conquistas novamente a América do Sul.

- A cobrança sempre é grande, no Corinthians precisamos vencer todos os jogos. Libertadores é importante, Corinthians já venceu e sabemos o caminho para conquistarmos de novo – destacou o meia.

Capitão corintiano, o goleiro Cássio mostrou felicidade por voltar à fase de grupos do torneio continental, algo que o Timão não disputava desde 2018 – em 2020, o Corinthians até jogou a Libertadores, mas ficou na primeira fase após ser derrotado, por conta do gol qualificado, pelo Guaraní, do Paraguai. O camisa 12 foi um dos heróis da libertação corintiana, em 2012.

- Um time como o Corinthians tem que disputar sempre a Libertadores. Queremos o bicampeonato, então temos que disputar sempre. Fico feliz por voltar para essa competição tão respeitada. Vamos com tudo – disse Cássio.

Por outro lado, o zagueiro Gil, que é um dos atletas mais experientes do atual elenco corintiano se viu envolvido pelo revés contra o São Paulo e evitou projetar o primeiro jogo pela Liberta.

- Não conversamos sobre isso ainda. Estamos com a cabeça um pouco quente ainda pela derrota no clássico, mas vamos trabalhar e conversar sobre isso ao longo da semana – trouxe o defensor.

O Corinthians está no grupo C da Libertadores. Além dos bolivianos do Always Ready, a chave também conta com o Boca Júniors, da Argentina, e o Deportivo Cali, da Colômbia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários