Obrigado, Ana! Abel explica influência da esposa na renovação com o Palmeiras
Fábio Lázaro
Obrigado, Ana! Abel explica influência da esposa na renovação com o Palmeiras


Um Abel Ferreira ‘seguramente mais feliz’, é isso que garantiu o treinador do Palmeiras ao falar sobre a vinda da sua esposa, Ana, ao Brasil, que fez com que ele aceitasse a proposta de renovação contratual do Verdão até o fim de 2024 .

O anúncio da extensão do vínculo por mais duas temporadas foi feito pelo clube alviverde logo após a vitória palmeirense por 2 a 1 sobre o Red Bull Bragantino, no Allianz Parque , neste o último sábado (26), que garantiu a equipe do Palestra Itália na final do Campeonato Paulista pelo terceiro ano consecutivo.

- (Ele próprio) Vai ficar mais feliz, seguramente, vai sorrir mais, é o que vai mudar. Vocês sabem, tem família, é muito ruim ficar longe da família, pessoas que mais gostamos – disse Abel Ferreira em entrevista coletiva.

O treinador deixou nas mãos da esposa, além do empresário e advogado, a avaliação sobre a resposta da proposta de renovação vindo da equipe palestrina, que também teve participação fundamental da presidente Leila Pereira no convencimento de Abel a ficar no Palmeiras.

- Quem tratou do meu contrato foi a minha esposa, o meu empresário e meu advogado de família, foram as três pessoas, eu só disse para dizer o dia para assinar. Eu não sei se é só comigo, mas na minha casa quem manda é ela – ressaltou o comandante palmeirense.

Abel Ferreira disse que a decisão tomada por Ana de não se mudar para o Brasil desde a vinda do técnico para o país, em outubro de 2020, foi pela instabilidade de trabalho dos treinadores, mas agora, quase um ano e meio depois da chegada do treinador ao Verdão, o próprio clube foi um fator de convencimento para que a conjugue aceitasse deixar Portugal e se transferir para o território brasileiro.

- Minha esposa está comigo desde sempre, ela sempre me conheceu, ela entende de futebol. Quando eu fui pro PAOK, ela disse que não iria porque passam três meses e os treinadores iam embora, e não mudaria a família. No Brasil a mesma coisa. Mas, de fato, ela já veio aqui várias vezes e entendeu como é a família Palmeiras, os palmeirenses, e é isso que interessa. Nos bons e maus momentos, as pessoas que trabalham comigo no CT e os meus vizinhos apoiam sempre, e foi isso que fez a diferença. Eu só ficaria se eles (familiares) viessem – trouxe Abel Ferreira.

Abel também mencionou a sua filha mais velha, Maria Inês, e contou que ela a pessoa que mais tem sofrido com a distância desde a chegada do treinador ao futebol brasileiro.

- Fico contente e dedico a vitória a minha filha mais velha, Maria Inês, que é quem mais sofre – disse o profissional.

- Tenho uma filha, Maria Inês, que é a quem mais sofre, e eu quero recuperar o tempo perdido com ela – acrescentou.

> TABELA - Confira a tabela da reta final do Paulistão
> GALERIA - Veja quanto o Palmeiras faturou em premiação com Abel Ferreira

MARCOS ROCHA AGRADECE

Marcos Rocha - Zona Mista - Palmeiras 2 x 1 Red Bull Bragantino - Semifinal Paulistão 2022

Marcos Rocha foi um dos destaques palmeirenses contra o Bragantino (Foto: Fábio Lázaro/Lancepress)

No Palmeiras desde 2018 e um dos líderes do elenco, o lateral-direito Marcos Rocha agradeceu à esposa de Abel pelo peso que ela teve na decisão do treinador de renovar com o clube palestrino.

- Dentro do vestiário ele passou para todos sobre a renovação, disse que quem participou dessa decisão foi a sua esposa, a Ana, a gente agradece a Ana por essa decisão. Tenho certeza que foi uma decisão sábia – disse o jogador na zona mista após o duelo contra o Red Bull Bragantino.

Rocha ressaltou o carinho e admiração que o técnico possui no Verdão.

- O Abel está bastante feliz aqui no Brasil, diante do Palmeiras, é um treinador que tem o respeito de todos, dentro do CT todo mundo admira como ele conduz a relação entre funcionários e nós, do futebol. Eu tenho certeza que o Abel tem muito a acrescentar ao clube, ao time, e fazer história pelo Palmeiras – contou o camisa 2.

O primeiro desafio de Abel Ferreira após a renovação será a final do Campeonato Paulista, terceiro consecutivo do Verdão, sendo o segundo do time comandado pelo português.

Classificado, o Palmeiras espera um dos rivais, São Paulo ou Corinthians, que se enfrentam neste domingo (27), pela semifinal do Paulistão, às 16h, no estádio do Morumbi.

Desde que chegou ao Verdão, Abel levou o clube a quatro títulos: uma Copa do Brasil, em 2020, uma Recopa Sul-Americana, em 2022, e duas Libertadores, em 2020 e 2021. No entanto, o Palmeiras, na mão do treinador lusitano, também perdeu quatro finais: Paulistão, Supercopa e Recopa Sul-Americana, no ano passado, e Mundial de Clubes, nesta temporada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários