Vítor Pereira confessa que o gol sofrido fez o Corinthians 'menos racional e mais emocional'
Rafael Marson
Vítor Pereira confessa que o gol sofrido fez o Corinthians 'menos racional e mais emocional'


O Corinthians avançou às semifinais do Campeonato Paulista ao bater o Guarani, nos pênaltis, por 7 a 6, após empate por 1 a 1 no tempo regulamentar. O técnico Vítor Pereira revelou que não contava com a disputa de pênaltis para avançar no estadual.

> GALERIA - Relembre os jogos de mata-mata do Timão na Neo Química Arena

O treinador português achou que o Timão poderia ter feito mais gols no primeiro tempo, e disse que a equipe precisa melhorar nas bolas paradas.

- Ir aos pênaltis e ficar naquela ansiedade. Não contava com isso. Apesar de termos batido pênaltis ontem, nos preparando, mas foi um primeiro tempo de grande qualidade, deveríamos ter feito mais gols, daria tranquilidade para nós e à torcida para desfrutar um pouco mais do jogo. Levamos um gol de bola parada, que temos que corrigir, e a partir daí ficamos intranquilos - afirmou.

Na visão de VP, o gol do Bugre no começo do segundo foi determinante para a queda de rendimento do Corinthians. Ele completou dizendo que a equipe passou a ser mais emocional e menos racional.

- Foi o gol do Guarani, com a necessidade de fazer mais dois gols, nos precipitamos. Aí perdemos nosso jogo posicional, queríamos estar na área, demos espaço no contra-ataque, começamos a não estar preparados para a perda da bola, insistimos no corredor... Para mim tem a ver com o gol sofrido e a partir dali emocionalmente nos tornou menos racionais e mais emocionais

> TABELA - Confira os jogos e simule a reta final do Paulistão

Com o empate, o Time do Povo vai até o Morumbi enfrentar o São Paulo na semifinal do Paulistão. Na visão de Vítor Pereira, não há muita diferença em decidir a vaga para a final dentro ou fora de casa, mas ele ressaltou o desejo de contar com o apoio da Fiel. A semifinal está marcada para domingo (27), às 16h.

- Isso faz parte da minha personalidade, nunca atribuí um significado grande de jogar fora ou em casa. Já percebi que aqui no Brasil as torcidas têm uma força muito grande sobre o time. Gostaria muito de poder jogar em casa com o apoio da torcida, ajuda muito. Mas não podemos ser um time que joga em casa de um jeito e joga fora de outro - concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários