Santos divulga atas de reuniões do CG sobre venda de Marinho e contratação de Auro
LANCE!/DIARIO DO PEIXE
Santos divulga atas de reuniões do CG sobre venda de Marinho e contratação de Auro


O Santos divulgou mais três Atas de reuniões do Comitê de Gestão. A venda do atacante Marinho, a contratação do lateral-direito Auro e a troca na coordenação das categorias de base foram unânimes da reunião.

Reunião 56 - 24 de janeiro

Estavam presentes: Andres Rueda, José Carlos Oliveira, Dagoberto Oliva, Ricardo Campanário, Vitor Loureiro Sion e Walter Schalka. Os membros do CG José Berenguer e Rafael Leal justificaram as ausências por motivos profissionais.

O presidente colocou em votação a venda do Marinho para o Flamengo. Além da compensação financeira, o Santos também teria direito a 20% da eventual mais valia que o clube carioca terá caso venda o jogador. Rueda também colocou em votação o empréstimo de Guilherme Nunes à Ferroviária e as rescisões de Marcelo Gonçalves Santos, do sub-17, e de Matias Lacava, todas referendadas pelo Departamento de Futebol. Walter Schalka e Vitor Sion solicitaram que, no caso de Lacava, seja inserida uma cláusula dificultando a ida do atleta para um clube brasileiro. Todos foram favoráveis.

Reunião 57 - 31 de janeiro

Andres Rueda, José Carlos Oliveira, Dagoberto Oliva, Ricardo Campanário, Vitor Loureiro Sion e Walter Schalka estavam presentes. Os membros do CG José Berenguer e Rafael Leal justificaram as ausências por motivos profissionais.

O presidente iniciou a reunião apresentando o fluxo de caixa aos demais membros do CG. Walter Schalka argumentou que o clube tem uma previsão de déficit de cerca de R$70 milhões para 2022, sendo R$20 milhões recorrentes e R$50 milhões não operacionais. Esse número já representa uma melhora, pois, no início de 2021, o déficit recorrente projetado por ano era de R$45 milhões. Tal evolução ocorreu principalmente devido à redução da folha e do aumento das receitas com patrocínio.

Schalka concluiu indicando que o ano de 2023 será bem mais tranquilo financeiramente ao clube, mas que o buraco em 2022 está principalmente no segundo trimestre. Vitor Sion e Dagoberto Oliva detalharam o acompanhamento do Planejamento Estratégico com as gerências de cada área, em trabalho a ser apresentado no Conselho Deliberativo.

Rueda colocou em votação as contratações do lateral Auro para o elenco profissional masculino e de Jaini Teixeira Amorim e Evelyn Monteiro Feitoza para o time feminino. Também colocou em pauta as rescisões de Cléber Reis e Rodrigão e a renovação de Vinicius Lira, das categorias de base. Houve unanimidade.

Reunião 58 - 14 de fevereiro

Nesta reunião, estavam presentes o presidente Andres Rueda, José Carlos Oliveira, Dagoberto Oliva, Rafael Leal, Ricardo Campanário e Vitor Loureiro Sion. Os membros do CG José Berenguer e Walter Schalka justificaram as ausências por motivos profissionais.

O presidente iniciou a reunião apresentando o fluxo de caixa do clube. Dagoberto Oliva detalhou o andamento dos trabalhos da área contábil sobre o balanço de 2021. Rueda também atualizou os demais membros do CG sobre a chegada de novos equipamentos para o Departamento de Saúde, conforme aprovado no mês passado, na 53ª reunião do grupo.

Rueda ainda comunicou que Thomaz Côrte Real foi indicado para a vaga em aberto do Comitê de Gestão e que a nomeação será discutida na próxima reunião do Conselho Deliberativo. Vitor Sion explicou que os departamentos de Futebol, Marketing e Operações visitaram o Canindé na tentativa de mandar o jogo contra o Novorizontino em São Paulo. No entanto, demandas de infraestrutura para a abertura de todos os portões impossibilitaram essa iniciativa em tempo hábil. A Arena Barueri foi consultada, mas não estava disponível para uso nesta data.

Ricardo Campanário sugeriu que o clube se planeje desde já para o Campeonato Brasileiro, para que possa mandar 1/3 dos seus jogos em SP, 1/3 em Santos e 1/3 em outras praças, buscando fazer da bilheteria fonte de receita relevante em 2022. Rueda concordou com a necessidade de jogar ao menos na capital paulista, mas ponderou sobre as limitações da pandemia e os problemas logísticos e esportivos de se dividir os jogos como indicou Campanário.

O presidente encerrou o tópico informando a rescisão dos atletas da base Clayton Varoli e Nikolas Sanches e a profissionalização de Maria Eduarda Oliveira e Isabela Uduzue no time feminino, todos a partir de recomendações do Departamento de Futebol.

Por fim, o Departamento de Futebol recomendou a troca de Felipe Gil por Ricardo Luiz Gomes Mendes na vaga de Coordenador do Futebol de Base. Todos os membros presentes foram favoráveis.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários