Regata JL Marina Bracuhy entra na lista das maiores de vela oceânica do país
Lance!
Regata JL Marina Bracuhy entra na lista das maiores de vela oceânica do país


A Regata JL Marina Bracuhy será disputada neste sábado (26), em Angra dos Reis (RJ), com mais de 120 barcos na linha de largada. A prova de vela oceânica, que chega à sua quarta edição, entra na lista das maiores competições da modalidade em número de inscritos. Veleiros de categorias estarão na disputa no litoral fluminense neste fim de semana, entre elas APS, Bico de Proa, Clássico, Multicascos, Mocra e RGS.

Os barcos confirmados são praticamente os mesmos que fizeram a inscrição em 2020, quando a regata foi cancelada em virtude da pandemia de COVID-19.

Os veleiros que disputarão a JL Marina Bracuhy terão dois percursos, um de 12 milhas náuticas para os RGS, APS e Clássicos e outro de 8 milhas náuticas para os Bico de Proa, Cruzeiro e Multicascos (Avemo e Mocra).

- Os barcos já começam a chegar na Marina Bracuhy. Estamos empolgados para essa prova, pois a nossa ideia é fazer uma regata de velejador para velejador. Juntamos numa mesma raia os regateiros e os cruzeiristas. Será uma grande festa nas águas e Angra dos Reis - disse Chris Amaral, uma das organizadoras.

São esperados mais de 600 velejadores neste fim de semana de JL Marina Bracuhy. Equipes do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo participam da festa, que tem largada confirmada na Baía da Ribeira, em Angra dos Reis (RJ).

Além de ser a regata que mais cresce no País em número de participantes, a JL Bracuhy oferece estrutura e muitas atividades no local. Os participantes serão recebidos com a canoa de cerveja de abertura na véspera, além da agitação na orla com feirinha de artesanato, estande dos expositores, massagem e a famosa reunião de comandantes.

A novidade deste ano é que a premiação será nas históricas ruínas do Engenho do Bracuhy, antiga usina de açúcar cuja construção, inteiramente importada da Europa, foi finalizada em 1885.

A regata tem quatro mulheres como organizadoras, dividindo as funções técnicas em terra e na raia, bem como as definições esportivas, administrativas, financeiras e atividades sociais. São elas: Mara Blumer, Chris Amaral, Renata Liu e Tereza Zanetti. O evento é produzido de maneira voluntária e sem fins lucrativos, e é patrocinado pela própria Marina JL Bracuhy, que também sedia a regata.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários