Presidente do Corinthians fala sobre Jô, Taunsa, Luan e esfria reforços
Fábio Lázaro
Presidente do Corinthians fala sobre Jô, Taunsa, Luan e esfria reforços


Após a vitória nos pênaltis contra o Guarani, que garantiu a classificação do Corinthians à semifinal do Campeonato Paulist a , o presidente do Timão, Duílio Monteiro Alves, falou na primeira zona mista na Neo Química Arena desde o início da pandemia do novo coronavírus há dois anos.

Em uma semana agitada nos bastidores, o cartola esclareceu alguns pontos que envolveram o clube alvinegro desde a última segunda-feira (21), como o atraso do Grupo Taunsa, parceira corintiana, nos valores referentes aos salários do meia Paulinho, o atraso do atacante Jô, que na véspera do confronto diante do Bugre treinou separadamente do elenco principal, a possibilidade de saída do meia-atacante Luan e possíveis reforços que ainda podem chegar à equipe do Parque São Jorge.

> TABELA - Confira os jogos da reta final do Paulistão
> GALERIA - Veja o retrospecto do Timão no atual formato do Paulista


Confira as respostas de Duílio Monteiro Alves à imprensa presente na Neo Química Arena, nesta quinta-feira (24).



- A gente já deixou claro. Teve a falta, foi multado e esperamos que não ocorra novamente. A gente conta com ele, ele pode ajudar o Corinthians e a gente espera que seja a última vez.

TAUNSA

- Eu tenho falado desde a chegada do Paulinho, e até antes do Paulinho chegar, que o Corinthians vai trabalhar dentro que tá planejado no orçamento. Nos valores de folha de pagamento o Paulinho já tá incluído, e a gente fazia essa conta até sem do dinheiro do patrocinador. É um atraso, a gente entende. A empresa está dando satisfação, nada além disso. Tem se criado muita coisa grande, e o Corinthians não atrasou ninguém. O Corinthians tá com as suas contas em dia, como há muito tempo não tinha. O Corinthians um superavit, que vocês terão conhecimento nos próximos dia. O atraso de um patrocinador não justifica o barulho que tem sido feito na véspera do jogo importante. O atraso não é do Corinthians, e ser criticado por isso é um absurdo. Reta final de campeonato. É que o Corinthians incomoda muita gente. Mas vamos seguir com os pés no chão, dentro do orçamento, como a gente tem feito em um ano e três meses.

LUAN

- Não gosto de falar de suposição. Luan é jogador do Corinthians, tem treinador, cumpre com as suas obrigações no dia a dia de trabalho, não chega atrasado, se esforça. Jogar ou não é da conta do treinador. Hoje não veio por conta de lesão. Mas hoje não dá para especular o que dá para acontecer. Se existir qualquer coisa na frente a gente vai estudar. Hoje não existe.

REFORÇOS 1 – MAYCON

- Fizemos consulta. Pode ser uma oportunidade, infelizmente pela situação, mas não dependendo do Corinthians, mas da liberação do Shakhtar. E a liberação da Fifa, como todos os atletas da Ucrânia e Rússia, é até junho, e para nós não interesse. Para clube e para o atleta, ajustar a vida só por dois meses. Nessas condições não pode ser feita. Se tiver a oportunidade a gente está de olho. Não depende do Corinthians, e o prazo está esgotando.

PROBLEMAS NA RELAÇÃO COM O SHAKHTAR POR SEGURAR MAYCON

- Nenhum momento. No mínimo a gente tem que entender a situação que eles passam. É a vontade do Corinthians. E não é uma demora da sinalização, porque está claro que eles querem vender os atletas deles e enquanto isso a gente não vai ter tempo de resposta.

- Não fizemos consulta (em relação a prazo para resposta), mas por não ter uma previsão de futuro eles (Shakhtar) pretendem vender o jogador, porque não sabem o futuro do clube.

REFORÇOS 2 – PEDRINHO

- O Will (Dantas, empresário do Pedrinho) é meu amigo, eu converso sempre, sempre conversei e continuo conversando, mesmo com a saída do Pedrinho. Assim como o Pedrinho, que cresceu aqui, tem amizade e carinho. Não era os planos do Pedrinho ficar no Brasil nesse momento e ele vai esperar a próxima janela. A gente conversa sempre, mas nada de negócio, e essa possibilidade (de Pedrinho voltar ao Corinthians) não existe porque nessa posição a gente está bem servido.

REFORÇOS 3 – CAVANI E SUÁREZ PARA O SEGUNDO SEMESTRE

- Não dá para falar em relação aos outros. A gente fez consulta, tentou. Jogadores com contrato vigente nos seus clubes, estavam até outro dia disputando Champions League. Temos que pensar nos que estão aqui. No Paulistão não podemos inscrever mais ninguém, daqui duas semanas, no máximo, no Brasileiro também, Libertadores nos próximos dias temos que soltar inscrição. Essa pressão não existe, e a gente tem grandes jogadores. O Corinthians tem um time bem montado, grandes estrelas e se não chegar outros a gente tem condições de disputar os campeonatos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários