Itália não joga mata-mata de Copa do Mundo desde a final de 2006
Lance!
Itália não joga mata-mata de Copa do Mundo desde a final de 2006


Tetracampeã mundial, a Itália mais uma vez não irá disputar a Copa do Mundo . Pela segunda vez consecutiva, a Azzurra caiu na repescagem das Eliminatórias Europeias , desta vez com uma derrota para a Macedônia do Norte, em casa , e não tem mais chances de ir ao torneio da Fifa, que será realizado no Qatar.


Atual campeão da Eurocopa, o time comandado por Roberto Mancini tem acumulado fracassos nos últimos anos. Desde que levantou o troféu em 2006, depois de vencer a França, os italianos jamais voltaram a disputar uma partida de mata-mata da principal competição do futebol mundial.

+ Veja a tabela das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2022

Em 2010 e em 2014, a Itália foi eliminada na fase de grupos, nos Mundiais de África do Sul e Brasil, respectivamente. Em 2018, a última edição da Copa do Mundo, a Itália não foi para a Rússia por ter caído na repescagem após dois duelos com a Suécia.

Relembre a seguir a trajetória da Azzurra nos últimos anos.

2010: MALDIÇÃO DA PRIMEIRA FASE
Depois de ganhar a Copa do Mundo em 2006, a Itália chegou para o Mundial de 2010 como uma das favoritas ao título, especialmente pela campanha feita nas Eliminatórias. Em dez partidas, a Azzurra venceu sete e empatou três, chegando ao torneio invicta, com 24 pontos, 18 gols marcados e sete sofridos.

Apesar da expectativa, a Itália deu início à chamada "maldição da primeira fase" com a atual campeã sempre sendo eliminada na fase de grupo. Em uma chave com Paraguai, Eslováquia e Nova Zelândia, os italianos conseguiram a proeza de ficar em última, sem nenhuma vitória e com apenas dois empates.

Desde então, todos os campeões mundiais foram eliminados na primeira fase na Copa do Mundo seguinte. A Espanha, que venceu em 2010, caiu na fase de grupos em 2014, assim como a Alemanha, campeã no Brasil. Abre o olho, França... Itália x Eslováquia - 2010

Em 2010, Itália perdeu para a Eslováquia no último jogo da fase de grupos (Foto: FILIPPO MONTEFORTE / AFP)

+ “Surreal”: confira a repercussão dos jornais internacionais da eliminação da Itália para a Macedônia do Norte

2014: BOM INÍCIO E SEQUÊNCIA RUIM

No Mundial do Brasil, a Itália estreou com vitória sobre a Inglaterra, em Manaus, com vitória por 2 a 1. No entanto, o time comandado por Cesare Prandelli perdeu as duas partidas seguintes, contra Costa Rica e Uruguai, e voltou para o Velho Continente mais cedo.

Nas Eliminatórias, a Azzurra fez campanha semelhante ao do ciclo anterior: seis vitórias e quatro empates em dez jogos, com 22 pontos, 19 gols marcados e nove sofridos. Itália x Uruguai - 2014

Em Natal, Uruguai eliminou a Itália no jogo da mordida de Suárez em Chiellini (Foto: GIUSEPPE CACACE / AFP)

+ Itália fora da Copa do Mundo! Veja os astros que não têm mais chances de ir ao Mundial do Qatar

2018: FORA DO MUNDIAL

Terceira seleção com mais participação em Copas do Mundo, atrás apenas de Brasil e Alemanha, a Itália ficou de fora do Mundial da Rússia pela primeira vez em 60 anos. A última vez que a Azzurra não havia disputado o torneio havia sido em 1958, na Suécia, quando a Seleção Brasileira conquistou seu primeiro título.

Em um grupo complicado nas Eliminatórias, os italianos caíram na mesma chave da Espanha, que se classificou em primeiro. Desta maneira, a Itália, então comandada por Gian Piero Ventura, disputou a repescagem contra a Suécia. Na ida, em Solna, vitória sueca por 1 a 0; na volta, empate sem gols em Milão.

Leia Também

Itália x Suécia - 2017

Frustração italiana no San Siro após eliminação para a Suécia (Foto: MIGUEL MEDINA / AFP)

+ Equador e Uruguai se garantem na Copa do Mundo: veja os países já classificados

2022: EXPECTATIVA E DECEPÇÃO

Para a Copa do Mundo de 2022, a expectativa era que a Itália se classificasse. O conjunto de Roberto Mancini ficou mais de três anos sem perder sequer um jogo, em uma sequência de 37 partidas (recorde entre seleções), entre 2018 e 2021, chegando a conquistar a Eurocopa no caminho.

Nas Eliminatórias, apesar de um bom início, a Azzurra não manteve o nível. Na penúltima rodada, quando tinha a chance de conseguir a classificação antecipada, empatou em 1 a 1 com a Suíça, com Jorginho perdendo um pênalti . Na rodada final, avançaria com vitória simples sobre a Irlanda do Norte, mas ficou no empate sem gols e viu os suíços vencerem, garantido a vaga direta .

Na repescagem, a Itália, sexta colocada no ranking da Fifa (melhor colocação entre os participantes), pegou a Macedônia do Norte, da 67ª posição (pior colocação entre os participantes) . Em Palermo, a Azzurra pressionou o jogo todo, finalizou 32 vezes contra o gol de Dimitrievski, e viu o rival chutar apenas quatro vezes. Em uma destas poucas tentativas, porém, Trajkovski fez o gol que acabou com o sonho italiano mais uma vez, nos acréscimos. Itália x Macedônia do Norte - João Pedro

Itália não joga Copa do Mundo desde 2014 (Foto: ALBERTO PIZZOLI / AFP)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários