Diretoria do Cuiabá projeta mais investimento no futebol feminino
Futebol Latino
Diretoria do Cuiabá projeta mais investimento no futebol feminino


O time feminino do Cuiabá foi confirmado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na disputa do Campeonato Brasileiro da Série A3. Com isso, a equipe do Dourado terá calendário completo na temporada 2022, uma vez que o time já disputava também o Campeonato Mato-Grossense onde é o atual vice-campeão.

>Veja o conteúdo do LANCE! também no TikTok

O fato foi bastante comemorado pela diretoria do Cuiabá, que aposta cada vez mais na modalidade.

- O futebol feminino está crescendo muito e vai crescer muito mais nos próximos anos, falo isso em âmbito nacional. Tem muitas equipes no Brasil todo aumentando os seus investimentos e apostando na categoria, nós não somos diferentes - avalia Cristiano Dresch, Vice-Presidente do clube.

Cristiano revela também que o Cuiabá já possui categorias de base na modalidade feminina e que a tendência é aumentar os investimentos para os próximos anos:

- Nós começamos o projeto do futebol feminino na última temporada e acreditamos que vem dando muito certo. Este ano a equipe já vai ter calendário cheio e, com isso, vamos aumentando o nosso investimento nos próximos anos para deixar o time cada vez mais competitivo.

Será a primeira edição do Brasileirão Feminino A3 que contará com 32 equipes e será disputado em fórmula de mata-mata. Aline Pellegrino, coordenadora de competições femininas da CBF, comemora a estreia da competição e acredita que o campeonato servirá para dar visibilidade e incentivar cada vez a modalidade:

- A divisão A3 vai ajudar muito no aumento de mercado para as atletas. Isso incentiva o fortalecimento das categorias de base e ajuda a categoria a se desenvolver.

Com a inserção da divisão A3, o total de clubes femininos filiados à CBF passa de 52 para 64 onde 16 atuam na primeira divisão, 36 na segunda e, a partir deste ano, mais 32 equipes no terceiro escalão. Na elite nacional, equipes como Corinthians, Santos, Ferroviária-SP, São Paulo e Palmeiras já possuem projetos mais consolidados, disputando títulos. Em 2022. o Internacional vem se destacando no início do Brasileirão e é o atual líder, tendo três vitórias em três jogos.

Além do cenário esportivo, o futebol feminino pode ser muito importante também no âmbito social. Dresch ressalta como o Cuiabá trabalha com o incentivo da categoria também neste sentido:

- Assim como o futebol masculino, o feminino tem um enorme poder social, de transformação de vidas e realidades. Todo esse investimento no futebol feminino pode ter um reflexo muito importante na sociedade como um todo.

O Campeonato Brasileiro Feminino A3 tem seu início marcado para o dia 21 de maio e previsão de sua decisão acontecer em 27 de agosto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários