Nos braços do povo! Brasil goleia o Chile no Maracanã e se despede com festa rumo à Copa do Mundo
Felippe Rocha
Nos braços do povo! Brasil goleia o Chile no Maracanã e se despede com festa rumo à Copa do Mundo


Foi com goleada e festa. O Brasil venceu o Chile na noite desta quinta-feira, no Maracanã, por 4 a 0, chegou a 39 pontos e segue invicto nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Neymar, Vini Jr, Philippe Coutinho e Richarlison marcaram. Os visitantes, agora, só têm chance de classificação se conseguirem a vaga da repescagem. Tite e companhia se despediram nos braços da torcida no último jogo no país antes do Mundial no Qatar.

>>> ATUAÇÕES: Neymar e Vini Jr. marcam, são os melhores em campo e levam as maiores notas em goleada do Brasil

DEVAGAR
A Seleção Brasileira demorou a conseguir engrenar. Apesar de ter o domínio das ações, a marcação chilena travava as investidas, principalmente as de Antony e Vini Jr. Do outro lado, após falha de Casemiro na saída de bola, Vargas chutou forte, mas a bola foi desviada levemente e foi para fora. Só que quando o Brasil pegou no tranco...

AVALANCHE BRASILEIRA
Eram 35 minutos quando Antony lançou Danilo, que cruzou e a bola voltou para Antony. O chute foi na rede, mas para fora. No minuto seguinte, Neymar parou em Bravo; mais dois minutos e o goleiro chileno defendeu chute de fora da área de Guilherme Arana. E aos 43 minutos, aí sim, Neymar converteu o pênalti que ele mesmo sofreu. A torcida ainda comemorava o primeiro gol do jogo quando Antony lançou Vini Jr e o atacante do Real Madrid marcou o primeiro dele pela Seleção Principal.

CALMA LÁ
A segunda etapa começou com um grande susto para os comandados de Tite: Vidal recebeu cruzamento da direita e diminuiu o placar, mas foi marcado impedimento após quatro minutos sob revisão do VAR. A sequência da partida mostrou um Chile mais atirado ainda devido ao desespero pelo resultado, péssimo para os objetivos da equipe visitante.

VIROU PASSEIO
Tal desespero geraria espaços, e em cima de um desses espaços Marquinhos lançou Antony, que foi tocado por Bravo na entrada da área. O árbitro deu pênalti, a torcida pediu que Philippe Coutinho cobrasse e Tite autorizou. O jogador revelado pelo Vasco marcou o terceiro do Brasil aos 26 minutos. Mas ainda houve tempo de Richarlison ser lançado por Bruno Guimarães e ampliar a goleada para 4 a 0, aos 45. E daí até o final foram só controle brasileiro, falta de força chilena e festa da torcida.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 4 X 0 CHILE


Data e hora: 24/3/2022, às 20h30
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Darío Herrera (ARG)
Assistentes: Gabriel Chade (ARG) e Facundo Rodríguez (ARG)
VAR: Mauro Vigliano (ARG)
Público presente: 69.368 pessoas
Renda: R$ 6.577.230.00,00

Cartões Amarelos: Casemiro, Lucas Paquetá, Neymar (BRA); Bravo, Medel, Díaz (CHI)
Cartões Vermelhos: Não houve

Gols: Neymar (43'/1ºT 1-0), Vini Jr (45'/1ºT 2-0), Philippe Coutinho (26'/2ºT 3-0) e Richarlison (45'/2ºT 4-0)

BRASIL: Alisson, Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Guilherme Arana; Casemiro (Bruno Guimarães, 36'/2ºT), Fred (Fabinho, 36'/2ºT) e Lucas Paquetá (Philippe Coutinho, 17'/2ºT); Antony (Richarlison, 29'/2ºT), Neymar e Vini Jr (Gabriel Martinelli, 29'/2ºT) - Técnico: Tite.

CHILE: Bravo, Díaz, Medel e Roco (Montecinos, Intervalo); Isla, Vidal, Aránguiz (Pavez, 32'/2ºT), Baeza (Fernández, 15'/2ºT) e Suazo; Vargas (Meneses, 32'/2ºT) e Sánchez - Técnico: Martín Lasarte.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários