Coria detona Bernardes e ATP: 'Regras precisam ser revisadas'
TÊNIS NEWS
Coria detona Bernardes e ATP: 'Regras precisam ser revisadas'


Federico Coria conversou com o jornalista Danny Miche após ser derrotado de virada por Jenson Brooksby em Miami, reclamou da falta de clareza do regulamento e do trabalho do árbitro brasileiro Carlos Bernardes após o rival acertar a raquete em um boleirinho.

Brooksby atirou a raquete ao fundo de quadra durante a disputa do 3º set e quase atingiu um boleirinho, que desvio. No momento, Coria foi ao árbitro brasileiro Carlos Bernardes cobrar uma punição ao americano e viu o brasileiro apenas dar um "penalty point" e mandar seguir a partida. (entenda)

"Acho que o regulamento tem algumas lacunas, porque diz que se você agride alguém que está em quadra - acho que não se deve levar em consideração a força com que a raquete atinge - e nesse caso ele (Brooksby) atirava a raquete pela segunda vez, porque no primeiro set, quando venci, fiz um pontaço e ele atirou a raquete que passou ao meu lado e depois, ao fim do terceiro set volta a atirar a raquete e acaba que tocou no boleirinho", detalhou o argentino.

"A ATP precisa entrar num acordo, rever esse regulamento (como está escrito), porque, pra mim, se queremos um esporte exemplar, como queremos todos, ele tinah de ter sido desclassificado", decretou.

Questionado sobre a postura do árbitro brasileiro Carlos Bernardes, com quem reclamou em quadra após uma punição leve ao adversário, Coria ponderou: "Eu disse pra ele: 'Carlos, você me decepcionou'. Ele nem queria perguntar ao boleirinho se estava tudo bem. Semana passada ele atuou muito bem em Indian Wells, eu vi, não sei mesmo porque ele agiu assim aqui. O mínimo que ele tinha de ter feito era perguntar ao boleirinho como ele estava e não dizer a mim que perguntasse ao boleirinho", opinou o argentino.

Questionado se o fato de o rival ser norte-americano e estar jogando nos Estados Unidos interferiria, Coria não perdoou e sem saber fez coro a reclamação do boliviano Hugo Dellien nas redes sociais: "Acho que sim. Se eu tivesse feito isso ou qualquer latino, não te deixariam jogar por 3 meses", disparou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários