Ao LANCE!, Carlos Brasil garante reforços no Vasco, mas ressalta: 'Oportunidades de mercado'
Felipe Melo e Felippe Rocha
Ao LANCE!, Carlos Brasil garante reforços no Vasco, mas ressalta: 'Oportunidades de mercado'


Horas antes de ser noticiada, na última quarta-feira, a punição para novas contratações do clube, o gerente geral do Vasco , Carlos Brazil, conversou com o LANCE! . Nesta primeira parte da entrevista exclusiva, o dirigente revela os planos para a montagem da equipe que vai buscar, a partir do mês que vem, o retorno à elite do Campeonato Brasileiro.

- Vamos ter um time operário. Um time qualificado, evidentemente, mas operário. Que ganhe um valor salarial dentro do mercado e com o qual saibamos que o Vasco estará qualificado para jogar a Série B - garantiu Brazil.



Finalizada a participação de Nene e companhia no Campeonato Carioca e na Copa do Brasil, ficou evidente que há carências na equipe comandada por Zé Ricardo. Carlos Brazil concorda, mas é cauteloso quanto à promessa de reforços.

- Zagueiros, por exemplo, sabemos que tem uma carência. Precisamos trazer. O Ulisses sofreu uma fatalidade, só deve voltar daqui a três meses, e o Anderson Conceição teve uma lesão que acreditamos haver tempo de ele se recuperar em tempo de disputar o primeiro jogo do Brasileiro, mas requer cuidados da mesma maneira - explicou, antes de completar:

- Temos os meninos Zé Vitor e Pimentel, que são os zagueiros imediatos e temos uma preocupação de trazer, pelo menos, um ou dois zagueiros, já que o Cangá também definimos que não ficaria. Então um ou dois zagueiros, acredito que dois. Para as outras posições vai depender muito de oportunidade de mercado, te confesso - admitiu o gerente geral.

Carlos Brazil é gerente geral de futebol do Vasco (Lance!)

Alguns dos jogadores que seriam titulares desde o início da temporada sofreram lesões e só mais recentemente ganharam mais minutos, casos de Yuri Lara e Vitinho. Mas existem, mesmo assim, necessidades técnicas para diferentes posições. Para pontas, por exemplo. Percebidos pelo clube e reclamados pela torcida.

- Não gostaria nem de dizer "é posição tal que estamos procurando, posição y, z". Não. Vamos procurar, estamos trabalhando praticamente todas as posições, procurando oportunidades de mercado que possam agregar ao trabalho. Se não tiver essa oportunidade de mercado que possa agregar, nós não vamos trazer. Não vamos trazer qualquer um - garantiu o dirigente à reportagem.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Brazil tem perfil discreto. A primeira passagem pelo Vasco foi no comando da base. Esteve no Corinthians, no mesmo cargo, e voltou a São Januário para chefiar o departamento de futebol profissional. Tem a missão de melhorar o elenco para a Série B do Campeonato Brasileiro, mas explica o critério.

- Nós vamos encorpar o elenco para dar alternativas ao Zé Ricardo no sentido de que muitos jogadores desses vão oscilar, podem não conseguir render o que esperamos deles no momento da contratação, como já aconteceu. "Opa, não rendeu?" Precisamos trazer um outro que talvez nem vá ser o titular, mas que vai fazer uma disputa sadia, vai estimular o outro. E isso tem que ser raciocinado - pregou, finalizando:

- Muitas vezes o torcedor pergunta: "Pô, Brazil, não é melhor trazer três caras ganhando muito bem e que resolvam o problema do que ficar inchando o elenco e perdendo qualidade no treino?" Vamos lá: tem? Tem esses três jogadores que queiram vir para o Vasco ganhando muito bem, livres no mercado? Será que esses jogadores valem o que eles dizem que valem? Tudo isso tem que ser avaliado. Claro que essa seria uma boa alternativa. Mas essa não é a realidade do Vasco, hoje, na Série B. Infelizmente não é - lamentou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários