Conselho Fiscal do Cruzeiro recebe contratos e documentos para revisão antes de desfecho da SAF
Valinor Conteúdo
Conselho Fiscal do Cruzeiro recebe contratos e documentos para revisão antes de desfecho da SAF


Apesar dos bons resultados dentro de campo, o Cruzeiro segue com os bastidores em ebulição, tendo como principal foco o 'cabo de guerra' entre Ronaldo Fenômeno e conselheiros do clube . E o 'embate' ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira (23). O Conselho Fiscal celeste recebeu vários documentos e contratos para análise antes de um parecer definitivo na reunião do dia 4 de abril, que vai concretizar ou não a venda da SAF cruzeirense para Ronaldo Fenômeno.

Os papéis foram entregues antes do prazo de 48 horas e a expectativa é para a apresentação de um relatório na reunião do Conselho Deliberativo. Estão nas mãos dos conselheiros os seguintes documentos e acordos.

- Acordo tributário com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional;
Situação real de todos os imóveis do Cruzeiro documentada (Toca da Raposa I, Toca da Raposa II, Clube do Barro Preto, Sede Campestre e Sede do Barro Preto);

- Salário de todos os funcionários do clube durante toda a gestão de Sergio Santos Rodrigues, com documentos comprobatórios;

- Contrato do Cruzeiro com a XP Investimentos;

- Contrato do Cruzeiro com a Alvarez & Marsal;

- Acordo, contrato e distrato com a WeWork, além de todas as alterações que aconteceram durante o período;

- Balanço mensal de toda a gestão de Sergio Santos Rodrigues, inclusive com os meses do ano de 2022, até a presente data.

O Conselho Fiscal quer dar subsídios para os demais membros decidirem ou não se aceitarão os pedidos de Ronaldo para alterar o contrato de compra da SAF na reunião do dia 4 de abril.

A documentação começa a ser analisada após a revelação do conteúdo do contrato de pré-compra da SAF, que mostrou ser mais favorável a Ronaldo do que para o clube em alguns pontos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários