CNRD alega dívidas não pagas e proíbe Vasco de contratar por seis meses
Lance!
CNRD alega dívidas não pagas e proíbe Vasco de contratar por seis meses


Em meio a notícias positivas sobre o futuro financeiro do clube, o Vasco levou um golpe duro nesta quarta-feira. A Câmara Nacional de Resolução de Disputadas (CNRD) puniu o Cruz-Maltino com seis meses de proibição para contratar novos jogadores. A alegação é o não pagamento de quase R$ 320 mil a empresários do meia argentino Damián Escudero, que passou por São Januário em 2017. O "Uol" publicou primeiramente.

O Vasco afirma que "fez o depósito do valor no prazo indicado pela CNRD. Os procedimentos da CNRD são sigilosos e vamos nos manifestar nos autos." A disputa entre as partes já dura anos.



O Vasco recebeu, recentemente, R$ 70 milhões relativos a um empréstimo-ponte da empresa estadunidense 777 Partners. O grupo tem encaminhada a compra da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Cruz-Maltino, e o montante milionário teve como destino o pagamento de dívidas emergenciais.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Escudero foi anunciado pelo Vasco em 2016, como presente de Natal, e disputou a temporada 2017 sem destaque. Foram 20 jogos e apenas um gol.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários