Ministro da Cidadania questiona 'Bolsa Atleta' cedida a Paulo André, participante do BBB
Lance!
Ministro da Cidadania questiona 'Bolsa Atleta' cedida a Paulo André, participante do BBB


A participação de Paulo André no 'Big Brother Brasil' segue em pauta na esfera do atletismo no país. João Roma, ministro da Cidadania, participou do Congresso Olímpico Brasileiro, em Salvador, no último final de semana, e questionou a 'Bolsa Atleta', auxílio financeiro, cedido ao velocista, que já está há dois meses confinado no programa.

+ Durante a transmissão de clássico carioca, narrador solta: 'Botafogo transa bem na entrada da área'

"Solicitei à Secretaria Especial do Esporte que fizesse um levantamento e não recebi ainda um diagnóstico. A Bolsa [Atleta], ela é liberada para um cronograma de trabalho. Então, dentro dessas premissas, uma das exigências é que o atleta dê sequencia ao seu treinamento. E o caso específico traz um questionamento", disse João Roma.

+ BBB 'invade' transmissão do SporTV e arranca risada de Marcelo Barreto

Para ter acesso ao auxílio, os atletas enviaram em janeiro do ano passado um 'plano esportivo anual', válido até dezembro de 2021, um mês antes de Paulo André entrar no 'BBB'. Contudo, os pagamentos se estenderam até 2022 porque o governo atrasou em um mês e meio a lista dos contemplados, só em meio de 2021, adiando também o pagamento da primeria parcela.

"A estrutura não é... digamos... é como se você fizesse um... é similar com um projeto de cultura, por exemplo. Você aprova um projeto e, no final, você tem que fazer uma prestação de contas. Durante esse mecanismo, a pessoa pode ter outras formas de desenvolver isso e ter outras entregas estruturadas", disse Roma sobre uma possível fiscalização maior do 'Bolsa Atleta'.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários