Executivo da XP diz que eventual venda da Toca da Raposa será para reinvestir no futebol do Cruzeiro
Valinor Conteúdo
Executivo da XP diz que eventual venda da Toca da Raposa será para reinvestir no futebol do Cruzeiro


A grande polêmica na disputa entre Ronaldo e o Conselho do Cruzeiro é o pedido do Fenômeno para alterar o contrato de compra da SAF, transferindo para o clube-empresa as propriedades das Tocas da Raposa I e II. O receio que os centros de treinamentos sejam vendidos incomoda os conselheiro, pois acreditam quem o valor da venda possa ser repassado a Ronaldo.

O assessor financeiro da operação SAF para o ex-jogador, Pedro Mesquita, garante que não haverá esse tipo de negociação, e o dinheiro de uma eventual venda será revertido para o futebol.

- Tudo isso está regrado nos contratos. A torcida do Cruzeiro e os conselheiros podem ficar tranquilos que, se houver (a venda), a ideia é utilizar para o futebol. O dinheiro será totalmente investido no futebol - disse Pedro, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Pedro garante que essa questão de usar o dinheiro para o clube será incluída no contrato definitivo entre Ronaldo e Cruzeiro.

- Nós vamos colocar no contrato que o Ronaldo não poderá obter lucro na sua pessoa física com a venda das Tocas. Vamos pensar que, lá no futuro, isso possa ser interessante para o Cruzeiro. Exemplo: vender a Toca I e construir um centro de treinamento um pouco mais longe e ganhar um dinheiro ali. Se isso for feito no futuro, nós vamos colocar cláusulas no contrato. Isso já está alinhado que esse dinheiro terá que ser reinvestido no futebol - disse.

O Conselho da Raposa vai se reunir no dia 4 de abril, às 17h30, tendo como pauta a votação sobre a passagem das Tocas I e II para a Sociedade Anônima do Futebol. Para ser aprovado a moção, será necessário 90% de aprovação por parte dos conselheiros. Recuperação judicial, exploração das atividades relacionadas ao futebol do clube também serão debatidas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários