Cruzeiro recebe punição da CBF e não pode registrar jogadores por dívida de R$ 1,2 milhão com o Atlético-AC
Valinor Conteúdo
Cruzeiro recebe punição da CBF e não pode registrar jogadores por dívida de R$ 1,2 milhão com o Atlético-AC


O Cruzeiro foi punido mais uma vez e está proibido de registrar atletas. A Justiça, no despacho do juiz Marcelo Coelho de Carvalho, da 4ª Vara Cível de Rio Branco, no Acre, determinou, que se cumpra a sanção determinada pela CNRD (Câmara Nacional de Resolução de Disputas) a proibição do registro de atletas do Cruzeiro pelo período de seis meses.

O pedido de tutela de urgência foi feito pelo Atlético-AC, por uma dívida de R$ 900 mil da Raposa na contratação do atacante Careca, em 2017.

O Cruzeiro pode contestar a ordem judicial em 15 dias. Na liminar, a CBF e a CNRD também foram citadas. As duas as partes tentam um acordo para quitação do débito. A CBF acatou o pedido da Justiça acreana e puniu a Raposa.

A Câmara Nacional de Resoluções e Disputas havia condenado o time mineiro, em julho de 2021, a pagar R$1,2 milhão(valor atualizado) ao clube acreano. Como a ordem da CNRD não foi cumprida, o Atlético-AC acionou a Justiça para tentar receber o valor da Raposa.
.

Careca veio, mas nem jogou

O atacante Careca assinou contrato de empréstimo com o Cruzeiro em 17 de agosto de 2017, após se destacar no Atlético-AC, quando fez seis gols em 12 jogos na Série D de 2016.

Mas, no Cruzeiro, o jogador, que iria atuar no sub-20, nunca entrou em campo pelo profissional. Assim, ele retornou ao Atlético-AC um ano depois, após o fim do contrato de empréstimo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários