Ataque, defesa, tática e eliminações: qual o saldo do Vasco a três semanas da Série B do Campeonato Brasileiro?
Felippe Rocha
Ataque, defesa, tática e eliminações: qual o saldo do Vasco a três semanas da Série B do Campeonato Brasileiro?


Finalizada a participação do Vasco no Campeonato Carioca, comissão técnica e elenco se reapresentam nesta quarta-feira. É neste dia, provavelmente, que o saldo do ano até aqui será feito. Em termos de desempenho, o que foi entregue e o que deixou de ser feito. E o LANCE! também avalia o Cruz-Maltino até aqui.

Na verdade, os fatos e a matemática também informam. O time comandado por Zé Ricardo voltou à semifinal estadual após duas temporadas, mas foi eliminado precocemente da Copa do Brasil. Em termos práticos, o time marcou 21 gols e levou 14 em 15 jogos. Sofreu, portanto, menos de um por partida, em média. E tem média de 1,4 gol por jogo marcado.



- Taticamente falando, acho que temos um sistema defensivo que já inspira confiança, conseguimos encontrar um equilíbrio. Ainda precisamos evoluir também no sistema defensivo, mas nos dá mais tranquilidade no que diz respeito a esse setor - analisou Zé Ricardo após a derrota mais recente para o Flamengo.

A linha de defesa construída até aqui tem um sólido Thiago Rodrigues no gol; começou com Weverton, mas teve Léo Matos como titular da lateral direita em jogos mais recentes; Quintero e Anderson Conceição são os zagueiros titulares e Edimar está desde o início na lateral-esquerda.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Daí para frente, pouca coisa está convicta: Juninho jogou 14 das 15 partidas; Yuri Lara seria o primeiro volante, mas se lesionou no início do Carioca, voltou recentemente, mas ainda não teve condições de jogar nem 45 minutos. Nene é o maestro, Gabriel Pec é uma realidade e Raniel o artilheiro. Embora não tenham sido impactantes para alterar os rumos da semifinal, o que falta ao Vasco é mais coletivo e opções do que atuações destes titulares.

- Ofensivamente, certamente precisamos melhorar, criar mais oportunidades, apesar de termos conseguido finalizar bem mais do que no primeiro jogo contra a equipe do Flamengo, que se encontra em um período bem mais avançado em sua construção. Talvez a equipe que mais investe no futebol brasileiro. Conseguir ter essas evoluções demonstra que estamos no caminho - entende Zé Ricardo.

Para a Série B do Campeonato Brasileiro que vai começar em quase três semanas, o time deverá ser reforçado. O elenco precisa ganhar robustez, mas o período até o início da competição será importante também para a equipe ganhar repertório tático.

- Lógico que cada jogo é uma história, entendemos que precisa partir do que já temos, que é um grupo que trabalha bastante, comprometido com tudo. O sentimento no vestiário era de que temos a evoluir, mas conseguimos uma evolução. Agora é nos prepararmos em todos os aspectos. Futebol requer estar sempre atento, independentemente de suas fortalezas ou debilidades, para evoluir em todos os aspectos - finalizou Zé Ricardo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários