Análise: Botafogo tem momentos animadores, mas sucumbe às mudanças do Fluminense e não reage
Sergio Santana
Análise: Botafogo tem momentos animadores, mas sucumbe às mudanças do Fluminense e não reage


Qual o impacto que um treinador pode ter de forma imediata em um jogo? Essa resposta teve duas interpretações na derrota do Botafogo para o Fluminense nesta segunda-feira, pela semifinal do Campeonato Carioca. Se as mudanças de Abel Braga mudaram o jogo, as de Lúcio Flávio travaram o ímpeto do Glorioso.

+ Patrick de Paula já fala como jogador do Botafogo, vai ver o jogo contra o Fluminense e pensa em Libertadores

O contexto foi de um jogo pouco inspirado por parte do Botafogo no primeiro tempo. Fora uma boa chance com Chay no começo, o time pouco ameaçou - algo que foi recíproco no Fluminense. Contudo, vale lembrar que a vantagem do empate para a classificação é do Tricolor pela campanha na Taça Guanabara.



A postura no segundo tempo mudou e o Botafogo soube chegar com mais qualidade ao ataque principalmente por conseguir atacar o espaço entre os volantes e os zagueiros do Fluminense. Sem Felipe Melo, que geralmente ocupa este setor, o Tricolor não teve um atleta necessariamente designado para ficar ali e as coisas começaram a andar para o Alvinegro.

Foram duas chances claras: Matheus Nascimento finalizou para fora sozinho dentro da área e Erison parou em grande defesa de Marcos Felipe. Aí vem a virada de chave da partida: Abel coloca Yago Felipe, Ganso e Nonato e esse espaço outrora ocupado pelo Botafogo passa a ter cobertura.

O Botafogo, que então dominava o segundo tempo, simplesmente parou e viu o Fluminense dominar praticamente todas as ações da partida. As mudanças de Lúcio Flávio foram 'seis por meia-dúzia', optando por colocar jogadores nas próprias posições que já estavam no campo.

Se Abel melhorou o Fluminense, Lúcio Flávio sucumbiu e viu o Botafogo piorar. Nomes como Chay e Luiz Fernando pouco contribuíram durante todo o jogo e, mesmo assim, terminaram a partida em campo. O Alvinegro até teve momentos animadores na partida e não pode dizer que foi derrotado pelas próprias limitações técnicas - o time bateu de frente. A questão foi saber como responder taticamente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários