Fluminense tem oportunidade de reconciliação com a torcida em clássico contra o Botafogo
Lance!
Fluminense tem oportunidade de reconciliação com a torcida em clássico contra o Botafogo


A última semana mudou drasticamente a relação entre o Fluminense e sua torcida. Depois de um bom começo de temporada, o elenco se viu em meio a uma crise com os tricolores, em razão da venda de Luiz Henrique e da eliminação da Libertadores. Nesta segunda, o Tricolor entrará em campo pela primeira vez depois da derrota no Paraguai, e irá enfrentar o Botafogo pela semifinal do Carioca, às 20h, no Estádio Nilton Santos. Além de dar o pontapé inicial na classificação, o duelo também será uma oportunidade para que clube e arquibancada voltem a se entender.

A crise no Flu começou na última rodada da Taça Guanabara, quando horas antes do jogo, a informação da saída de Luiz Henrique foi divulgada. Na época, a torcida estava empolgada pela vitória sobre o Millonarios, na Libertadores, e conquista da primeira etapa do Carioca. Alguns dias depois, veio a eliminação no torneio continental. Diante deste cenário, parte da torcida se mobilizou para expressar insatisfação. Na volta para casa após o jogo no Paraguai, jogadores foram cobrados por um grupo de tricolores. Há alguns dias, os muros de Laranjeiras foram vandalizados com palavras de cobrança.

Nesta segunda, será a primeira vez que torcida e equipe se encontram depois da derrota para o Olimpia. Assim, é possível que existam manifestações contrárias à situação do Flu. Contudo, o clássico vovô pode ser um recomeço. No retrospecto, o Tricolor leva a vantagem, e pode confirmar sua décima vitória seguida sobre o Alvinegro caso vença. Se a postura do time for diferente daquela do Defensores Del Chaco, há ainda a chance de uma reconciliação, fundamental para o Fluminense neste começo de ano.

> Veja e simule a tabela do Carioca

Por ter vencido a Taça Guanabara, o Fluminense tem a vantagem do empate no duelo, o que pode contribuir para a mudança de clima. Ainda que o Carioca não tenha o mesmo peso da Libertadores, a classificação para a final pode representar um novo início para a equipe e para os tricolores, que não levantam a taça do estadual desde 2012. Tendo unicamente o torneio para disputar no momento, a situação pede que todas as fichas sejam colocadas à mesa no clássico vovô.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários