Arremesso de celular em Lucas Silva no Grenal 436 constou na súmula da partida
Futebol Latino
Arremesso de celular em Lucas Silva no Grenal 436 constou na súmula da partida


Na súmula do clássico onde o Grêmio venceu o Internacional por 3 a 0 no último sábado (19), válido pela ida da semifinal do Campeonato Gaúcho, constou o relato do árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima sobre o celular arremessado contra o rosto de Lucas Silva. O fato ocorreu na comemoração do terceiro gol gremista, marcado de pênalti, por Diego Souza.

>Receba as principais notícias com o novo canal do LANCE! no Telegram

Esse elemento torna ainda mais plausível a possibilidade do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) do Rio Grande do Sul avaliar as imagens e definir uma possível punição ao colorado.

Segundo o Artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir" atos como "desordem na praça do desporto, invasão do campo ou lançamento de objetos" são passíveis de multas com variação de R$ 100 a R$ 100 mil. Podendo, em caso de maior gravidade, ser incluso na pena também a perda do mando de campo variando de um a dez jogos.

Com forte possibilidade do Inter ser enquadrado dentro do artigo citado, a esperança do clube recai sobre o que também foi relatado na súmula da arbitragem como elemento que eximiria o clube da responsabilidade: auxiliar na identificação do autor da infração bem como registrar Boletim de Ocorrência sobre o caso.

VEJA O QUE CONSTA NA SÚMULA DO GRENAL 436 SOBRE O TEMA

Aos 28 minutos do segundo tempo, quando a equipe do Grêmio FBPA comemorava o gol de sua equipe em frente ao espaço destinado a sua torcida, que encontrava-se no anel superior do estádio e e consecutivamente em frente à torcida adversária postada no mesmo ponto, porém no anel inferior do estádio. Em dado momento, foi arremessado um telefone celular que acabou por atingir o rosto do atleta número 16, sr. Lucas Silva, do Grêmio. O atleta teve cortes no nariz e boca, foi atendido fora do campo pelo médico de seu clube e retornou quando a partida já estava em andamento. Posteriormente, o SC Internacional apresentou o boletim de ocorrência de número 5159 2022 100805, onde identifica, por meio de imagens, o torcedor e a torcida organizada ao qual pertence. Solicitando ainda a não divulgação dos dados do referido torcedor em virtude da Lei Geral de Proteção de Dados por se tratar de dados sensíveis à exposição pública.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários