Presença da 777, força da torcida e transições ofensivas: veja o que observar do Vasco no clássico
Lance!
Presença da 777, força da torcida e transições ofensivas: veja o que observar do Vasco no clássico


Depois de perder o primeiro jogo, na última quarta, o Vasco volta a campo neste domingo, contra o Flamengo, às 16h, no Maracanã, pelo duelo de volta das semifinais do Carioca. O Cruz-Maltino, que precisa vencer por dois gols de diferença, contou com a presença da torcida no último treino, em São Januário. Uma linda festa diante dos sócios da 777 Partners, que pretende comprar 70% da SAF vascaína.

ara o jogo deste domingo, Zé Ricardo não poderá contar com Ulisses, Sarrafiore e Getúlio lesionados, e Matheus Barbosa é dúvida, pois sentiu dores na panturrilha esquerda e desfalcou a equipe na quarta. O atacante Figueiredo pode ter uma oportunidade, já que entrou bem no primeiro jogo. Diante disto, o LANCE! listou cinco pontos importantes para o torcedor ficar de olho no Vasco contra o Rubro-negro.



+ Confira e simule a tabela do Campeonato Carioca

- Força da torcida: No treino que antecedeu o jogo, o Vasco contou com o apoio de seus torcedores, que compareceram em São Januário. Eufóricos, eles ecoaram cânticos famosos e incentivaram a equipe durante a atividade. O treinamento também teve presença de sócios da 777 Partners, empresa norte-americana que pretende comprar 70% da SAF vascaína.

- Presença de sócios da 777 Partners: Como aconteceu nos últimos treinos, alguns representantes da empresa norte-americana estarão no Maracanã assistindo à partida. Mesmo com a SAF ainda precisando ser aprovada por Sócios e Assembleia Geral, os sócios vieram ao Rio de Janeiro acompanhar de perto a estrutura e os trâmites burocráticos.

- Transições ofensivas:
Um dos grandes problemas do time cruz-maltino desde o início da temporada é a lentidão nas saídas de bola. No último jogo, Zé Ricardo apostou em esperar e explorar os contra-ataques, porém a equipe não teve velocidade para sair e pegar o adversário desprotegido. Neste domingo, o Gigante da Colina não pode esperar e tem que ter mais qualidade para incomodar o rival com mais frequência.

- Estratégia montada: Apesar da diferença de investimento e qualidade dos elencos, o futebol reserva surpresas dentro de campo. O Vasco precisa ser certeiro no estilo de jogo proposto e errar o mínimo possível. Como disse o goleiro Thiago Rodrigues, jogos grandes, muitas das vezes, são decididos nos detalhes, e o time precisa ser mais competitivo e surpreender o rival - como aconteceu em 2021.

Eficiência do ataque:
Em um jogo decisivo em que precisa vencer por dois gols de diferença, o sistema ofensivo do Vasco precisa ser letal. Não há espaço para gols perdidos ou vacilos nas finalizações. A criação, tabelas e triangulações precisam ser eficientes, assim como aquele que terá a função de colocar a bola para dentro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários