Briga entre torcedores de Athletico e Coritiba depreda ônibus
Futebol Latino
Briga entre torcedores de Athletico e Coritiba depreda ônibus


De acordo com comunicado emitido pela Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba (Setransp) no último sábado (19), torcedores de Athletico e Coritiba deprederam um ônibus durante briga protagonizada na capital paranaense.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

O confronto que resultou em vidros quebrados do veículo biarticulado que cumpre a linha Santa Cândida/Capão Raso aconteceu antes mesmo do embate onde o Coxa venceu por 3 a 0 o Cianorte e classificou o Alviverde do Alto da Glória para as semifinais do estadual.

Felizmente, nenhuma pessoa se feriu no ataque ao ônibus, mas a Setransp destacou o sentimento de medo manifestado tanto pelos passageiros como também pelo motorista do veículo depredado enquanto o mesmo estava no Terminal do Portão.

No encerramento do comunicado, o órgão, além de lamentar o episódio de violência, fez uma cobrança as autoridades para proporcionarem maior segurança visando evitar esse tipo de situação e também medidas punitivas para os responsáveis.

CONFIRA O COMUNICADO

O Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba (Setransp) informa que o ônibus biarticulado BE708, da linha Santa Cândida/Capão Raso, foi apedrejado neste sábado (19), por volta das 14h30, próximo ao Terminal do Portão, em mais um episódio de conflito envolvendo duas torcidas rivais da capital.

Por sorte, ninguém se feriu, mas os passageiros e o motorista do ônibus ficaram assustados com a violência. Nas fotos abaixo é possível ver os vidros quebrados de uma janela e da porta 5 do biarticulado. O prejuízo à população é notório: além de se ver insegura no transporte, deixa de contar com esse ônibus na linha até seu devido reparo.

O Setransp repudia o vandalismo em todas as suas formas e lamenta que esses episódios tenham se tornado frequentes em dias de jogos de futebol. A entidade pede que os órgãos de segurança ajam para coibir esses atos e que a Justiça puna os responsáveis.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários