No Antônio Accioly, Atlético-GO vence e abre vantagem sobre o Vila Nova
Futebol Latino
No Antônio Accioly, Atlético-GO vence e abre vantagem sobre o Vila Nova


Medindo forças pela primeira partida da semifinal do Campeonato Goiano, Atlético-GO e Vila Nova entraram em campo na tarde deste sábado, no estádio Antônio Accioly pensando unicamente em triunfar. Porém, foram os donos da casa que levaram a melhor. Ainda no primeiro tempo, o Dragão não tomou conhecimento do adversário abrindo boa vantagem, porém viu o Tigre descontar com um gol olímpico nos últimos minutos da etapa final fechando a conta em 3 a 2.

Com o resultado, a equipe comandada por Umberto Louzer poderá jogar agora por qualquer empate na volta para garantir sua vaga na decisão do Estadual. As equipes voltam a se enfrentar na próxima terça-feira (22), no estádio OBA.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

ATLÉTICO-GO ADOTA POSTURA OFENSIVA E ABRE A CONTAGEM

Fazendo valer o fator casa, o Atlético-GO não quis saber de ser surpreendido por parte do Vila Nova. Com isso, até meados dos 15 minutos, aparecia com mais frequência no campo de defesa adversário, porém só ofereceu perigo em uma tentativa quando Jorginho cruzou com perigo passando pelo atacante Léo Pereira.

Melhor em campo, o Dragão seguia na insistência de encontrar seu gol a todo custo. Até que conseguiu. Aos 16 minutos, após a bola sobrar para Léo Pereira depois de uma tentativa de Dudu, o camisa 11 balançou as redes contando com o desvio em Moacir antes de entrar.

VILA REAGE, MAS DRAGÃO VOLTA A FICAR EM VANTAGEM

Mas o Tigre não estava disposto a ficar em desvantagem. Sendo assim, momentos depois, aos 25, depois de um cruzamento pela esquerda saindo dos pés de Wagner, Matheuzinho, mergulhando na bola, deixou tudo igual no Antônio Accioly.

O tento do alvirrubro chegou a colocar fogo na partida. Porém, após a parada técnica, os donos da casa não perderam tempo e não perderam tempo, conseguindo marcar na sequência, aos 32, com Shaylon mando de primeira sem chances para Alex Alves. 2 a 1 em Goiânia.

E o camisa 7 queria mais. Antes do término da etapa, aos 44, arriscou um chute que acabou com o desvio em Renato, com a arbitragem marcando gol contra, fechando a conta com o placar parcial de 3 a 1.

ATLÉTICO MOSTRA FORÇA NA SEGUNDA ETAPA

Mesmo com o placar a favor, o time comandado por Umberto Louzer não quis saber de segurar o resultado. Sendo assim, até meados dos 15 minutos, conseguia ditar o ritmo em campo, conseguindo criar boas chances como a de Léo Pereira, que após arriscar um forte chute, viu sua bola ir para fora.

Percebendo a ofensividade do adversário, Higo Magalhães então resolveu apostar em uma nova alteração. Tirando Wagner, o treinador do time visitante colocou Jean Silva na esperança de tentar diminuir no marcador.

VILA DESCONTA NO FINAL COM GOLAÇO

Até os momentos finais de partida, quando tudo parecia terminar com o 3 a 1, o Tigre conseguiu encontrar um gol. Já nos acréscimos, aos 48, Matheuzinho, em uma cobrança magistral de escanteio, balançou as redes marcando um gol olímpico, mas que não foi o suficiente para os visitantes tentarem arrancar um empate fechando o placar em 3 a 2.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 3x2 VILA NOVA


Data e horário: 19/03/2022, às 16h30 (de Brasília)
​Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio
Assistentes: Fabrício Vilarinho e Cristhian Passos
VAR: Leone Carvalho

Cartões Amarelos: Victor Andrade, 2'/1ºT; Marlon Freitas, 42'/1ºT; Wellington Rato, 9'/2ºT

Gols: Léo Pereira, 16'/1ºT (1-0); Matheuzinho, 25'/1ºT (1-1); Shaylon, 32'/1ºT (2-1); Renato (contra), 44'/1ºT (3-1); Matheuzinho, 48'/2ºT (3-2)

ATLÉTICO-GO: Luan Poli; Dudu (Hayner, aos 44'/2ºT), Wanderson, Ramon Meneses (Edson, no intervalo) e Arthur Henrique; Gabriel Baralhas, Marlon Freitas e Jorginho (Rickson, aos 29'/2ºT); Shaylon, Léo Pereira (Jean, aos 29'/2ºT) e Wellington Rato (Montenegro, aos 34'/2ºT).
(Técnico: Umberto Louzer)

VILA NOVA: Georgemy; Moacir, Renato, Pablo Roberto (Pedro Bambu, aos 39'/2ºT) e Bruno Colaço (Willian Formiga, aos 29'/2ºT); Rafael Donato, Arthur Rezende e Wagner (Jean Silva, aos 19'/2ºT); Matheuzinho, Victor Andrade (Rubens, no intervalo) e Pablo Dyego.
(Técnico: Higo Magalhães)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários