Bruno Henrique fora: as alternativas de Paulo Sousa para escalar o Flamengo contra o Vasco, no domingo
Matheus Dantas
Bruno Henrique fora: as alternativas de Paulo Sousa para escalar o Flamengo contra o Vasco, no domingo


Com uma significativa vantagem no confronto, o Flamengo enfrenta o Vasco neste domingo, no Maracanã, a fim de confirmar a vaga na decisão do Carioca. Para o clássico, Paulo Sousa não conta com Bruno Henrique , em recuperação após sofrer uma luxação no ombro esquerdo, na vitória por 1 a 0 na quarta, mas tem uma série de alternativas para escalar o Rubro-Negro, passando por atletas experientes e jovens, todos lutando por mais minutos no time principal.

JOIA EM INÍCIO PROMISSOR DE 2022

Um dos atletas que está cotado para figurar entre os titulares é o Lázaro. Aos 20 anos, o atacante faz um início promissor de temporada, com dois gols e quatro assistências. A joia da base foi utilizada em sete das 11 jogos de Paulo Sousa, sendo três vezes como titular. A favor de Lázaro está o posicionamento: ele já foi testado e fez boas partidas atuando como ala pela esquerda, o que permite a escalação de Everton Ribeiro pela faixa central, junto com Arrascaeta. Lázaro

Lázaro em atividade no Ninho (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

MEDALHÕES NA BRIGA POR MAIS ESPAÇO

Por outro lado, Vitinho e Marinho têm o fator "experiência" ao seus lados. Em meio à concorrência do setor ofensivo, os dois atacantes não têm sido tão utilizados pelo treinador neste início de ano. Ambos somam menos minutos em campo que o Lázaro (460), por exemplo. Vitinho (314) só foi titular duas vezes em 2022, contra Boavista e Madureira, enquanto Marinho (260) iniciou três partidas, sendo a última em 16 de fevereiro, também contra o Madureira.

Leia Também


Nas chances que ganhou de Paulo Sousa, Marinho entrou pelo lado direito de ataque, o que, caso se confirme, obrigará Everton Ribeiro (ou outro atleta) a compor a linha do meio de campo como ala esquerdo. Vitinho, por sua vez, oferece ao treinador mais alternativas, podendo atuar pelo lado ou no centro.

A definição se dará, apenas, após a atividade do Flamengo neste sábado, no Ninho do Urubu. Em 11 partidas, Paulo Sousa mandou a campo duas vezes escalações idênticas: justamente nos dois clássicos contra o Vasco: 1 a 0 e 2 a 1. Portanto, alternativas não faltam para o treinador português do Flamengo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários