Após três anos, Flamengo e Vasco voltam a ter duelo decisivo pelo Campeonato Carioca, no Maracanã
Lance!
Após três anos, Flamengo e Vasco voltam a ter duelo decisivo pelo Campeonato Carioca, no Maracanã


Depois de três anos, Flamengo e Vasco voltam a campo neste domingo, às 16h, no Maracanã, para um duelo decisivo, valendo uma vaga na final do Carioca. Os rubro-negros tem a vantagem de perder por até um gol de diferença, já que venceram por 1 a 0 na última quarta. As equipes não se enfrentam em um jogo decisivo desde abril de 2019, quando ainda não existia a pandemia de Covid-19.

Nas últimas duas edições do Estadual, o Vasco ficou de fora das semifinais e não enfrentou o rival nos momentos decisivos. Com o quarto rebaixamento de sua história, a equipe disputou a Série B na última temporada, mas não conseguiu o acesso. Algo que limita ainda mais a chance de Clássicos dos milhões decisivos.



Por outro lado, o Flamengo não só avançou como ergueu a taça dos três últimos Cariocas e busca um inédito tetracampeonato. As duas últimas finais foram contra o Fluminense, que conquistou a Taça Guanabara em 2022 e está do outro lado da chave, contra o Botafogo. O primeiro Clássico Vovô decisivo acontecerá na segunda-feira, às 20h, no Nilton Santos.

O último jogo decisivo aconteceu em 2019, e o time da Gávea venceu os dois jogos por 2 a 0 e conquistou o título. Três anos antes, foi realizado o último Clássico dos Milhões válido por uma semifinal de Estadual. E o Vasco desta vez levou a melhor ao vencer por 2 a 0, em um confronto realizado em Manaus. No ano seguinte, as equipes se enfrentaram nas semifinais dos dois turnos, mas essa matéria cita apenas jogos decisivos do Carioca (geral) em si.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Carioca

O segundo jogo de decisão de 2019 aconteceu no dia 21 de abril (domingo de Páscoa), meses antes do Flamengo construir seu momento mágico com Jorge Jesus - na época ainda era comandado por Abel Braga. O Cruz-Maltino tinha disputado a Libertadores e a Sul-Americana do ano anterior, mas naquele momento disputou o Carioca sob a batuta de Alberto Valentim.

Flamengo x Vasco - Castan

Gabigol e Castan na final do Carioca de 2019 (Nayra Halm/Fotoarena)

Com a vantagem por ter vencido por 2 a 0, os rubro-negros confirmaram o favoritismo com rostos que permanecem no time três anos depois. Era a construção de um grupo vencedor e de um modelo de trabalho que deu certo e gerou títulos. Willian Arão, de cabeça, e Vitinho marcaram os gols que deram o título.

Pelo lado vascaíno, nenhum jogador que entrou em campo está no atual elenco de Zé Ricardo. O último remanescente era Leandro Castán, que também deixou o clube. Na decisão de domingo, há a diferença de investimento, porém a esperança na aprovação da SAF aumenta as expectativas de um futuro melhor e mais glorioso para o Gigante da Colina.

Apesar da notória diferença, futebol é um esporte apaixonante e clássico tem toda uma atmosfera especial. O Vasco, na temporada passada, derrotou esse mesmo Flamengo por 3 a 1, sob o comando de Marcelo Cabo. Em campo, com estratégias e táticas bem montadas, as diferenças podem diminuir e a equipe com o elenco mais carente de recursos pode ser competitiva e surpreender.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 2 x 0 VASCO


Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 21 de abril de 2019 (Domingo de Páscoa)
Horário: 16h
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Luiz Cláudio Regazone
VAR: Bruno Arleu e Daniel Espírito Santo
Público: 52.398 (47.995 pagantes)
Renda: R$ 2.152.256,00

Cartões amarelos: Diego Ribas, Gabriel, Cuéllar (Flamengo); Leandro Castán, Werley, Danilo Barcelos, Bruno César, Raul, Marrony (Vasco)
Cartão vermelho: Werley (Vasco)

Gols: William Arão (15'/1T) (1-0) e Vitinho (37'/2T) (2-0)

FLAMENGO (Técnico: Abel Braga)
Diego Alves, Pará, Rodrigo Caio, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Willian Arão e Diego; Arrascaeta (Vitinho), Gabigol (Ronaldo) e Everton Ribeiro (Lincoln)
Técnico: Abel Braga

VASCO (Técnico: Alberto Valentim)
Fernando Miguel, Raul Cáceres (Bruno César), Werley, Leandro Castán e Danilo Barcelos; Raul, Lucas Mineiro, Yago Pikachu e Lucas Santos (Maxi López); Marrony e Yan Sasse (Ribamar)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários