Pesca
Lance!
Pesca


A 14ª edição do Pesca & Companhia Trade Show foi aberta nesta quinta-feira (17), no Pro Magno Centro de Eventos, em São Paulo (SP). A maior exposição do segmento da América Latina deve receber até o próximo domingo 10 mil pessoas e movimentar, de acordo com a organização, mais de R$ 350 milhões em negócios. Os principais players da cadeia produtiva da pesca, náutica, turismo e serviços estão na feira após dois anos de espera em virtude da pandemia de Covid-19.

O evento conta com mais de 80 expositores, divididos entre fabricantes e distribuidores de equipamentos para pesca, tiro esportivo, operadores de turismo e esportes outdoor. Com a retomada das atividades presenciais, empresas e setores de turismo apresentam suas novidades para atrair ainda mais investimentos.

A importância do Pesca & Companhia Trade Show trouxe autoridades nacionais e internacionais para a exposição, incluindo o Governo Federal. Estados como Amazonas, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul apresentam o potencial local de pesca.

Outras personalidades, como o pescador profissional Nelson Nakamura e os cantores sertanejos Fernando, Sorocaba e João Bosco, estiveram em São Paulo (SP) para a abertura do evento.

- O segmento de pesca e turismo náutico está em franco crescimento, mesmo levando em conta a crise econômica provocada pela Covid-19. Depois de dois anos ausente, sentimos nessa abertura que o público do Pesca & Companhia Trade Show estava ansioso para ver as novidades do setor e busca investir.

- Temos muitos lançamentos no setor tecnológico e ótimos destinos turísticos para pesca. Por isso, o volume de negócios deve ultrapassar a casa dos 350 milhões de reais em apenas quatro dias - contou Marcelo Claro, organizador do Pesca & Companhia Trade Show.

O Pesca & Companhia Trade Show teve a visita do Ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, no final da tarde. Outras autoridades como Jorge Seif, Secretário Nacional da Pesca, participaram da cerimônia oficial de desenlace da fita verde e amarela abrindo o evento.

Segundo dados da Secretaria Nacional de Aquicultura e Pesca, o Brasil fatura por ano no setor R$ 10 bilhões. Os Estados Unidos, por exemplo, geram mais de R$ 400 bilhões. O mundo por ano movimenta mais de R$ 1 trilhão. O Brasil conta com mais de 8 mil quilômetros de costa e outros 35 mil quilômetros divididos entre rios e lagos.

- É difícil mensurar o potencial brasileiro da pesca esportiva, pois não existe um país com tantas águas, rios e biodiversidade como o Brasil. É uma atividade que tem sido incentivada pelo Governo Federal, com medidas como a isenção de impostos e a importação. Tem muito por fazer, confessamos, mas o Trade Show será um marco para o turismo de pesca - explicou Jorge Seif, secretário nacional da pesca.

A feira Pesca & Companhia ainda contou com representantes de Corrientes, na Argentina, um destino de pesca esportiva muito frequentado por brasileiros.

- Esta feira é muito importante para nós porque o turismo de pesca é o nosso principal produto na província de Corrientes, temos vários pescadores na região e sobre tudo trabalhamos com o turismo dos brasileiros. Realmente nesse momento a Argentina está muito competitiva para receber os turistas brasileiros e os argentinos gostam muito de irem até o Brasil - explicou Sebastián Slobayen, Ministro do Turismo da Província de Corrientes.

- Lá serão muito bem atendidos, terão uma grande experiência de pesca e também com bons serviços, muito boa comida, muitos bons vinhos, terão uma experiência argentina completa com a cultura local além de seguir reforçando a aliança estratégia entre Brasil e Argentina.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários