Aço, carvão e cerveja: série mostra ligação estreita entre Borussia e cidade de Dortmund
Lance!
Aço, carvão e cerveja: série mostra ligação estreita entre Borussia e cidade de Dortmund


No quarto episódio da série "Who We Are", que mergulha nos bastidores do Borussia Dortmund, é retratado a relação estreita entre a cidade de Dortmund e o clube. O capítulo é feito em cima de dois personagens: Josef Schneck, ex-diretor de comunicação do Borussia, e o lateral belga, Thomas Meunier.

> Manchester City está disposto a pagar o maior salário da Premier League para Haaland, diz jornal

O episódio conta como Dortmund evoluiu em cima de três principais pilares: siderúrgicas com produtos à base de aço, mineração de carvão e fabricação de cerveja. Atualmente, a cidade é mais conhecida pelas empresas de tecnologia.

Lateral belga é personagem no quarto episódio da série 'Who We Are', do Borussia Dortmund (Foto: AFP)

O episódio tem como pano de fundo o lateral belga Meunier que visita pontos históricos de Dortmund e conhece um pouco mais sobre a cidade, já que ele chegou no meio da pandemia ao clube. O jogador fala sobre o sofrimento vivido no ano da pandemia e como 2020 foi um ano perdido futebolisticamente na sua sua vida.

- Uma porcaria. Foi um ano difícil. Nos últimos meses da temporada, em abril e maio, salvamos nossa temporada com a Copa, com a classificação para a Champions League. Foi como um período de transição para mim, e durou muito. Tive dificuldades em me expressar como fazia no passado, no campo, quero dizer. Este ano já está bem diferente. Sente-se o futebol ao redor. Estamos melhor, Uma mentalidade mais positiva - contou o lateral.

> Veja a tabela da Bundesliga

Produzido pelo OneFootball, a série "Who We Are" ("Quem nós somos", na tradução livre) conta com dez episódios, ao todo. Em parceria com o LANCE! , você pode ver todos os capítulos em nosso site.

Clique aqui para assistir ao episódio 1

Clique aqui para assistir ao episódio 2

Clique aqui para assistir ao episódio 3

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários