Renato Augusto explica cronograma de controle de carga: 'Tem dado certo'
Rafael Marson
Renato Augusto explica cronograma de controle de carga: 'Tem dado certo'


Com 34 anos, Renato Augusto é um dos mais experientes jogadores do elenco do Corinthians . Devido ao histórico de lesões e idade elevada, o meia, em conjunto com o departamento médico do clube, estabeleceu um programa de controle de carga física, visando o melhor aproveitamento durante cada temporada.

> GALERIA - Quem é melhor: Palmeiras ou Corinthians? Veja votação jogador por jogador feita pela redação do LANCE!

A única partida na qual o camisa 8 não foi relacionado foi na segunda rodada do Paulistão, em duelo contra o Santo André. Renato explicou que que esse cronograma de controle de carga não é novidade, e ele decidiu implementar esse sistema em sua primeira passagem pelo Timão, em 2013.

- Na verdade é um trabalho que começou aqui ainda em 2013 e 2014, com o Bruno Mazziotti, já tinha programado isso. Quando chega um treinador, procuro passar isso, não é má vontade minha, tenho um cronograma, muitas vezes o pessoal está treinando e eu não estou. Tem um ajuste de carga que foi feito praticamente há dez anos, tem dado certo. Ele me deixou totalmente à vontade e aberto quanto a essa questão. É mais ajuste de carga do que realmente ter algum problema ou não estar bem para o treino. Agradecer a ele por ter me dado essa abertura - revelou.

> TABELA - Falta pouco! Simule os últimos jogos do Corinthians no Paulistão

O meia foi sincero e contou que já teve problemas, especialmente quando esteve na China, no Beijing Guoan, para explicar ao treinador a importância desse tratamento diferenciado.

- Tive vários problemas, principalmente na China, para o treinador entender que não estava ali não porque não quero treinar, mas porque tem um trabalho. Aqui tínhamos uma comissão técnica que passou para ele (Vítor Pereira), foi mais fácil. Quero evoluir a cada treino para ajudar o clube, o treinador e o time - ponderou o meia.

Com o possível retorno do volante Maycon ao time do Parque São Jorge, Renato Augusto analisou a 'competição saudável' no meio-campo da equipe.

- Essa é a famosa dor de cabeça boa que o treinador sempre vai ter. Aí é com o mister, ele vai ter que resolver esse pequeno problema e a gente tem que dar resposta a ele. Às vezes é bom você saber que tem que estar em alto nível para poder estar jogando, sendo titular, tendo oportunidade. Quem ganha com isso é o Corinthians - afirmou.

O camisa 8 ainda falou sobre o novo reforço da equipe, o atacante Júnior Moraes, que participou do treino de quarta-feira do Timão .

- Lá na China a gente acabou se enfrentando só uma vez, ele ficou muito pouco tempo lá, se não me engano três ou quatro meses. Ele estava num time desorganizado, é difícil dar uma opinião, seria injusto da minha parte falar alguma coisa. O pouco que eu vi na época da Ucrânia: fazia gol, muito, muito gol, não à toa se naturalizou e virou jogador de seleção. Como pessoa, eu já o conhecia, é uma pessoa fantástica, que dispensa comentários, além da história que aconteceu agora, de amigos que estavam próximos a ele, do que ele fez para ajudar os outros. Aí não é mais futebol, fico até arrepiado, porque ultrapassa o futebol. Ele vai ser tratado da melhor maneira possível, de braços abertos. Esse é um elenco que trata muito bem quem chega. Aconteceu isso comigo, fui muito bem recebido quando cheguei. Com certeza, ele vai ser também - concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários