Grêmio está mais perto de receber parcela em atraso do Porto por Pepê
Futebol Latino
Grêmio está mais perto de receber parcela em atraso do Porto por Pepê


Na temporada onde o clube viu suas receitas serem diretamente impactadas pelo rebaixamento a Série B do Campeonato Brasileiro, os recebimentos pendentes, como o da venda de Pepê para o Porto, se tornaram ainda mais importantes para sustentar o clube.

Não deixe de acompanhar o aplicativo de resultados do LANCE!

E, depois de fazer uma reclamação formal a FIFA ainda em dezembro de 2021 por conta do atraso referente a parcela do mês de fevereiro, o Imortal recebeu uma boa notícia vinda da entidade que rege o futebol no planeta.

Isso porque o parecer da FIFA obrigou o Porto a fazer o pagamento da parcela equivalente a 2,5 milhões de euros (na atual cotação, equivale a quase R$ 14 milhões) onde, se for descumprida a determinação, existe a promessa de sanções esportivas para o clube lusitano.

Antes de acionar a entidade global, o Grêmio alega ter feito diversos contatos com a diretoria do Porto, mas nenhuma delas com êxito para que as partes chegassem a um consenso.

Além da parcela em questão, o clube gaúcho tem direito a outras duas parcelas de igual valor para que seja efetivamente quitada a negociação que foi acertada por 15 milhões de euros (na atualidade, cotados em R$. Valor esse que, dentro da divisão de direitos existente na contemplação do negócio, são destinados em 70% ao tricolor e outros 30% para o Foz do Iguaçu-PR.

Outro valor que ainda pode ser creditado ao clube de Porto Alegre se refere a cláusula chamada de "mais-valia". Neste caso, o Grêmio receberá 12,5% de qualquer valor excedente a 15 milhões de euros que o Porto consiga em uma possível venda futura de Pepê.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários