Nene para em Rodrigo Calaça, Vasco perde para a Juazeirense nos pênaltis e está eliminado da Copa do Brasil
Felippe Rocha
Nene para em Rodrigo Calaça, Vasco perde para a Juazeirense nos pênaltis e está eliminado da Copa do Brasil


Foi mais uma partida ruim do Vasco. No Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro (BA), o time de São Januário até saiu na frente, com Raniel, mas Nildo Petrolina empatou ainda no primeiro tempo. Nos pênaltis, Nene e Anderson Conceição pararam em Anderson Conceição, o Cruz-Maltino perdeu por 4 a 2 e foi eliminado. A Juazeirense quem passou à terceira fase da Copa do Brasil.

COMEÇOU? GOL DO VASCO
O jogo mal havia começado e já estava bastante pegado. E logo aos cinco minutos, Nene cobrou falta da intermediária lançando Gabriel Pec, que cruzou de primeira para Bruno Nazário completar. Belo gol para abrir o placar. Os baianos tentavam ser rápidos nas investidas. Aos 14, Anicete cruzou, Deysinho cabeceou e Thiago Rodrigues espalmou.



DOMÍNIO E GOL DA JUAZEIRENSE

O tempo foi passando e o Vasco foi tendo dificuldade para voltar à área de Rodrigo Calaça. Era a Juazeirense quem dominava as ações. Aos 25, por exemplo, Deysinho recebeu pela direita, mas chutou para fora; aos 29, Clebson cobrou falta de longe, mas o goleiro cruz-maltino defendeu com facilidade. Aos 32, Nazário até achou Weverton, que chutou com perigo e o goleiro mandou para escanteio. Dois minutos depois, porém, Dadinha começou a jogada, Anicete não dominou, mas Nildo Petrolina chutou muito forte para acertar o ângulo superior esquerdo e empatar.

-> Confira a tabela da Copa do Brasil

VASCO PERDIDO
O segundo tempo começou como terminou o primeiro: com o time da casa melhor. Com um minuto, Nildo Petrolina cobrou falta da direita, Eduardo desviou e Thiago Rodrigues fez grande defesa. O lance acabou anulado por impedimento, mas o susto foi um fato. Três minutos depois, após cruzamento da direita, Anderson Conceição quase fez gol contra ao tentar afastar o perigo. Dois minutos mais, foi Weverton quem quase desviou contra a própria baliza.

TENSÃO
O domínio da Juazeirense durou até os 18 minutos, quando Zé Ricardo fez duas alterações. Numa delas, Yuri Lara voltou a jogar após mais de um mês e consertou o meio-campo. Na outra, Figueiredo quem entrou para dar o chute mais perigoso do Vasco na etapa final. Aos 23. Na reta final, o time da casa pediu pênalti após mão de Juninho na bola, mas não foi atendido. Raniel recebeu de Nene, aos 43, e chutou para fora. Nos pênaltis, o camisa 10 vascaíno e Anderson Conceição pararam em Rodrigo Calaça. Vasco eliminado. Juazeirense avança.

FICHA TÉCNICA
JUAZEIRENSE 1 (4) X (2) 1 VASCO


Data e hora: 9/3/2022, às 21h3
Local: Adauto Moraes, em Juazeiro (BA)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Público pagante: -
Público presente: 1.642 presentes.
Renda: -

Cartões Amarelos: Wendell, Clebson e Guilherme (JUA); Nene e Raniel (VAS)
Cartões Vermelhos: Não houve

Gols: Bruno Nazário (5'/1ºT 0-1), Nildo Petrolina (34'/1ºT 1-1)

Pênaltis

Juazeirense:
Clebson (gol), Wendell (gol), Ian (gol), Nildo Petrolina (gol)

Vasco: Nene (perdeu), Yuri Lara (gol), Raniel (gol) e Anderson Conceição (perdeu)

JUAZEIRENSE
Rodrigo Calaça, Dadinha (Guilherme, 31'/2ºT), Eduardo (Rodolfo, 37'/2ºT), Wendell e Nildo Petrolina; Waguinho; Deysinho (Nixon, 31'/2ºT), Patrik, Clebson e Anicete (Ian, 37'/2ºT); Neto Baiano (Dênis, 22'/2ºT) - Técnico: Barbosinha.

VASCO
Thiago Rodrigues; Weverton, Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Zé Gabriel (Yuri Lara, 18'/2ºT) e Juninho (Luiz Henrique, 40'/2ºT); Bruno Nazário (Figueiredo, 18'/2ºT), Nene e Gabriel Pec (Getúlio, 27'/2ºT); Raniel - Técnico: Zé Ricardo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários