Mascote do Atlético-MG é suspenso pela FMF após interferir em comemoração no gol do Cruzeiro
Valinor Conteúdo
Mascote do Atlético-MG é suspenso pela FMF após interferir em comemoração no gol do Cruzeiro


O Galo Doido, mascote do Atlético-MG, em uma atitude fora do comum, roubou a cena na comemoração do gol do Cruzeiro, marcado por Vitor Roque, no clássico do último domingo, 6 de março, vencido pelo Alvinegro, no Mineirão, por 2 a 1.

O homem que vestia a fantasia saiu correndo em direção aos jogadores da Raposa para evitar o que ele entendeu que poderia vir a ser uma provocação à torcida atleticana, que estava localizada atrás do gol. Mas, sua ação gerou consequências.

O mascote do time alvlvinegro foi suspenso pela Federação Mineira de Futebol,(FMF) e o símbolo do clube não poderá estar no jogo contra a Caldense, no próximo sábado, 19 de março, pela última rodada da fase de classificação do Estadual.

-Galo Doido, após o gol do Cruzeiro Esporte Clube, correu na direção dos jogadores da equipe adversária, fazendo gestos de forma intimidatória- descreve o ofício da Diretoria de Competições da FMF.



Segundo a entidade que rege o futebol em Minas Gerais, os mascotes das equipes mandantes podem ficarr atrás dos gols durante as partidas, mas sem qualquer tipo de interação com jogadores e comissão técnica.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários