Jogadores do Querétaro sofrem ameaça de morte da torcida do Atlas após barbárie em partida
Lance!
Jogadores do Querétaro sofrem ameaça de morte da torcida do Atlas após barbárie em partida


Os registros marcantes de violência entre torcedores do Querétaro e do Atlas , no último sábado (05), em partida válida pelo Campeonato Mexicano, continuam gerando consequências no futebol do país. Nesta terça-feira (08), atletas do Querétaro relataram ameaças de morte por integrantes das torcidas organizadas do Atlas, que culpam a torcida rival e o clube pelos acontecimentos que interromperam o futebol nacional.

O Atlas vencia o Querétaro e o jogo acontecia normalmente até os 17 minutos do segundo tempo, quando estourou uma briga entre torcedores nas arquibancadas. Em vídeos que circulam na internet, nota-se a selvageria de alguns torcedores, que agrediam outros de maneira covarde.

Em entrevista à agência de notícias AFP, Hernan Cristante, técnico do Querétaro, disse que os jogadores do clube estão com medo:
- Meus jogadores receberam ameaças de morte. Eles não estão calmos. Há esposas que estão pensando em sair - relatou o comandante.

Ao todo 26 pessoas ficaram feridas após os atos de violência entre as torcidas, sendo sete que ainda seguem internadas e uma está em estado grave, segundo fontes do governo. O caso está sendo investigado por autoridades locais

Leia Também

A Liga MX, em conjunto com uma Assembleia formada pelos donos dos clubes mexicanos e a Federação Mexicana de Futebol, anunciou as sanções impostas devido à briga generalizada entre os torcedores do Querétaro e Atlas. Entre as medidas, estão que o Querétaro não vai ser banido da competição e que o clube vai jogar um ano como mandante com portões fechados. Além disso, o clube terá que pagar uma multa no valor de 1 milhão e 500 mil pesos mexicanos (cerca de R$ 355 mil).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários