Liga MX anuncia punições da briga generalizada no México
Lance!
Liga MX anuncia punições da briga generalizada no México


A Liga MX, em conjunto com uma Assembleia formada pelos donos dos clubes mexicanos e a Federação Mexicana de Futebol, anunciou as sanções impostas devido à briga generalizada entre os torcedores do Querétaro e Atlas, que deixou mais de 26 feridos. Entre as medidas, estão que o Querétaro não vai ser banido da competição e que o clube vai jogar um ano como mandante com portões fechados.

> Fifa autoriza que estrangeiros que atuam na Rússia ou Ucrânia assinem com outros clubes, incluindo europeus

A medida que proíbe a presença de público para os jogos do Querétaro em casa por um ano, também é válida para o futebol feminino e categorias de base. Além disso, o clube terá que pagar uma multa no valor de 1 milhão e 500 mil pesos mexicanos (cerca de R$ 355 mil).

Confira as demais punições impostas:

- Querétaro perde a partida para o Atlas por 3 a 0;
- A torcida organizada do Querétaro está proibida de assistir aos jogos do clube durante 3 anos como mandante e 1 ano como visitante;
- A torcida organizada do Atlas não poderá visitar nenhuma arquibancada por 6 meses;
- Suspensão de 5 anos para todos os donos do Querétaro (Gabriel Solares, Adolfo Ríos, Greg Taylor e Manuel Valverde);
- O Querétaro volta a ser do Grupo Caliente, antigo proprietário, que deve ir atrás de novos comparadores;
- O Fan ID chega ao futebol mexicano para identificar os integrantes das torcidas organziadas. Os clubes devem resolver esta medida para a próxima temporada e tem a obrigação de identificar os integrantes de suas torcidas organizadas;
- Sistema de reconhecimento facial nos estádios;
- Os clube não vão poder demonstrar qualquer tipo de apoio a suas torcidas organizadas;
- Não terá torcida organizada como visitante nos estádios mexicanos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários