Dia Internacional da Mulher: profissionais ganham espaço no cenário de Rainbow Six Siege
Lance!
Dia Internacional da Mulher: profissionais ganham espaço no cenário de Rainbow Six Siege


A busca das mulheres por espaço no cenário de games e esportes eletrônicos ainda é um desafio a ser superado. Apesar de serem maioria entre o público gamer no hábito de jogar jogos digitais, com 51,5% de acordo com dados da Pesquisa Game Brasil 2021, o ambiente segue com barreiras em competições profissionais.

Ainda de acordo com a pesquisa, as mulheres representam a maior fração entre os “casual gamers”, com 55,8%. Mas em algumas modalidades o avanço nesse setor é cada vez mais evidente. Um exemplo disso é o Rainbow Six Siege, que conta com um cenário profissional consolidado no Brasil e, além das competições mistas, criou um torneio exclusivamente para as mulheres: o Circuito Feminino de Rainbow Six Siege que neste ano de 2022 está indo para sua quinta edição.

O campeonato, que acontece anualmente desde 2018, tem como objetivo principal servir como palco para jogadoras de todo o país mostrarem seus potenciais em um evento de grande expressão, com transmissão nos canais oficiais do Rainbow Six Esports Brasil naTwitch e noYouTube.

Além da exposição, o torneio passou a oferecer também desde 2021 uma premiação total de R$ 300 mil, valor expressivo que contribui para a consolidação do cenário. Vale ressaltar que todos os torneios promovidos pela Ubisoft aceitam times que contem com homens ou mulheres, porém a empresa decidiu criar a competição feminina como forma de dar mais espaço para mulheres mostrarem seus talentos.

Atualmente, o cenário feminino de R6 conta com personalidades em diferentes cargos de atuação: Victória “Viic”, caster e comentarista nas transmissões oficiais da Ubisoft Brasil; Maria Bonino, apresentadora dos campeonatos de Rainbow Six Siege, além de streamers, treinadoras e atletas profissionais de diferentes times.

Comentarista da Ubisoft desde 2018, Viic se tornou a primeira mulher no mundo a participar oficialmente das transmissões de Rainbow Six Siege. Sobre o pioneirismo na modalidade, a jornalista reconhece que a pressão não diminui mesmo com o tempo no ofício, mas comemora o fato de o R6 estar passos à frente de outros jogos competitivos.

“Sabemos que o cenário feminino ainda está em evolução em outras modalidades, mas foi muito importante para as meninas, no ano passado, o crescimento do Rainbow Six tanto em calendário quanto em premiação. Fazer parte deste ambiente é uma honra e também traz responsabilidade para incentivar mais mulheres nos esports”.


Considerada uma comentarista técnica, Viic ressalta a importância de muito estudo para análises precisas: “É fundamental vermos as gravações dos jogos, assistir novamente alguns rounds, pois há coisas que não pegamos no ao vivo. Isso é algo que treina a nossa visão para perceber os detalhes”, afirma a comentarista, que ressalta também o modo replay como ferramenta de auxílio para a leitura do jogo.

A força feminina não se destaca apenas nos comentários e análises, mas também em funções mais específicas, como o SpecObs, profissionais responsáveis por decidir quais momentos de cada partida ficam em evidência nas transmissões. Uma das responsáveis é Maria “Duda” Avella, que analisa as principais características da função: “Cada partida determina o ponto de atenção que vamos levar ao espectador. Não há uma receita exata para fazer, pois cada jogo tem uma peculiaridade e em poucos segundos tudo pode mudar”.

Campeã com a Red Wolf no Circuito Feminino 2021, a atleta Julia “juu” Brito, hoje na Black Dragons, é mais uma expoente do fortalecimento do cenário feminino de Rainbow Six. A jogadora, que quebrou o recorde de kills em uma MD5 na final da edição passada, se vê como uma inspiração para outras mulheres. “Para mim, ter essa marca das kills e estar no competitivo significa demais. É uma forma de as pessoas de fora perceberem o nível da gameplay do cenário e de quebrar os preconceitos contra as meninas”.

Apresentadoras, comentaristas, jogadoras e personagens do cenário feminino terão a chance de reafirmar a representatividade das mulheres nos esportes eletrônicos com mais uma edição do Circuito Feminino de Rainbow Six Siege 2022, que terá a primeira etapa em março.

Sobre Tom Clancy's Rainbow Six Siege

Inspirado em organizações antiterroristas do mundo real, o Tom Clancy's Rainbow Six Siege coloca seus jogadores no meio de confrontos letais frente a frente. Pela primeira vez em um jogo Tom Clancy's Rainbow Six, jogadores vão invadir cercos, um novo estilo de invasão em que inimigos têm os meios para transformar seus ambientes em fortalezas modernas enquanto os times Rainbow Six lideram uma invasão para conquistar a posição inimiga. Tom Clancy's Rainbow Six Siege dá aos jogadores controle sem precedentes sobre a habilidade de fortificar a sua posição reforçando paredes e pisos, usando arame farpado e reforços implantáveis, colocando minas, ou invadir a posição inimiga usando drones de observação, cargas explosivas, rapel, entre outros. O ritmo acelerado e a singularidade de cada cerco estabelecem um novo padrão para tiroteios intensos, jogabilidade estratégica e jogos competitivos.

Sobre a Ubisoft

A Ubisoft é uma empresa líder na criação, publicação e distribuição de entretenimento e serviços interativos, com um rico portfólio de marcas de renome mundial, incluindo Assassin'sCreed, Far Cry, For Honor, Just Dance, Watch Dogs e a série de jogos Tom Clancy com Ghost Recon, Rainbow Six e The Division. As equipes da rede mundial de estúdios e escritórios de negócios da Ubisoft estão comprometidas em oferecer experiências memoráveis de jogos originais em todas as plataformas populares, como consoles, telefones celulares, tablets e PCs. Para o ano fiscal de 2020-21, a Ubisoft gerou receitas líquidas de € 2,241 bilhões. Para saber mais, visitewww.ubisoftgroup.com.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários