Filha de dono do Chelsea, russa Sophia Abramovich critica Vladimir Putin das redes sociais
Lance!
Filha de dono do Chelsea, russa Sophia Abramovich critica Vladimir Putin das redes sociais


A Ucrânia tem sofrido ataques bélicos da Rússia desde a última quinta-feira, a mando de Vladimir Putin . Através das redes sociais, a filha de Roman Abramovich, russo dono do Chelsea, criticou o presidente do país. Segundo Sophia Abramovich, a maioria do povo local não está ao lado do mandatário.

+ Neto pede 'pequena desculpa' a Abel Ferreira, mas alfineta: 'Eu posso falar de você por que sou treinador'

- A Rússia quer uma guerra com a Ucrânia - escreveu Sophia nas redes, com a palavra Rússia riscada, escrito Putin no local. A filha do chefão do Chelsea completou: A maior e mais bem-sucedida mentira da propaganda do Kremlin é que a maioria dos russos está ao lado de Putin - emendou.

+ Casagrande repudia declarações de Neto contra Abel Ferreira e revela: 'Tentei ser amigo, mas não deu'

O governo da Inglaterra proibiu Roman Abramovich e outros 34 magnatas russos de morarem no país. Residente de Tel-Aviv, em Israel, o dono do Chelsea não estava no Reino Unido desde 2018, quando o visto de investidor havia vencido. Desde então, o governo britânico dificulta a renovação do documento.

ENTENDA O CASO
Desde 2014, a região de Donetsk se declarou independente da Ucrânia e por conta dos conflitos geopolíticos, o Shakhtar teve que deixar a cidade de origem e atuar em Kiev. O mesmo acontece com a região de Luhansk. Na última segunda-feira, Vladimir Putin, presidente da Rússia, reconheceu a independência das duas províncias.

Nesta quinta-feira, a Rússia decidiu invadir militarmente a Ucrânia com o argumento de que está atuando em defesa das reivindicações territoriais. No entanto, há pouco esclarecimento se a nação de Putin busca apenas garantir a soberania de Donetsk e Luhansk ou se planeja se expandir territorialmente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários