Técnico do Shakhtar Donetsk, Roberto De Zerbi diz que 'não dará as costas' para a Ucrânia
Lance!
Técnico do Shakhtar Donetsk, Roberto De Zerbi diz que 'não dará as costas' para a Ucrânia


Em meio aos pedidos de jogadores de futebol para deixar a Ucrânia após o ataque russo , há quem afirme que não dará as costas ao país. Técnico do Shakhtar Donetsk , o italiano Roberto De Zerbi disse que a Embaixada do País da Bota pediu para que ele deixasse o leste europeu, pedido que foi recusado.


- É um dia péssimo. As explosões noturnas nos acordaram. Fecharam o espaço aéreo. A embaixada italiana pediu para deixarmos o país, mas eu não posso dar as costas ao Shakhtar, ao futebol e sair assim - declarou De Zerbi ao canal "Sportitalia".

+ Veja a tabela e os jogos da Europa League

O Shakhtar não funciona mais em Donetsk desde o início da tensão entre russos e ucranianos, em 2014, quando a Donbass Arena foi bombardeada por membros de movimentos separatistas pró-Rússia. O clube está estabilizado na capital Kiev, onde também foram refletidas sinais da guerra.

+ Atletas pedem socorro para deixar a Ucrânia: veja jogadores brasileiros que atuam no país e duração de contratos

- Eu tinha que disputar um jogo no sábado e, portanto, não podia fugir. É difícil explicar isso para os nossos entes queridos, para aqueles que nos amam, para as crianças que nos mandam mensagens e que nos dizem para voltar - completou o treinador do Shakhtar.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários