Maílton, lateral que atua na Ucrânia e pertence ao Atlético-MG, tranquiliza família e amigos
Valinor Conteúdo
Maílton, lateral que atua na Ucrânia e pertence ao Atlético-MG, tranquiliza família e amigos


A crise na Ucrânia, que está sob ataque da Rússia, afetou milhões de pessoas na região, inclusive jogadores brasileiros, que tem no país, uma morada para atuar e entrar nos grandes centros da Europa.

São mais 30 brasileiros que atuam no futebol ucraniano, e um deles está emprestado ao Metalist pelo Atlético-MG. Trata-se do lateral-direito Mailton, que tem contrato até o meio do ano..

A equipe é sediado em Kharkiv, cidade localizada no leste do país, próximo à fronteira com a Rússia. O local ainda não entrou na rota militar dos russos, que iniciaram os ataques na Ucrânia na russos, iniciados na madrugada desta quinta-feira, 24 de fevereiro.

Metalist está na segunda divisão do futebol da Ucrânia e estava em pré-temporada em Antalya, na Turquia, Mas, com o conflito o clube não poderá voltar ao país de origem.

Maílton, pelas redes sociais, tranquilizou amigos e familiares, pois o espaço aéreo no país está fechado.

-Família e amigos, bom dia!!! Venho através dessa mensagem dizer que estou bem. Eu e meus amigos estamos na Turquia. Estávamos em pré-temporada em Antalya, e retornaríamos hoje para Kharkiv / Ucrânia para jogar dia 1º pela Copa da Ucrânia e com tudo isso que está acontecendo os voos foram cancelados- escreveu do jogador do Galo.

Mailton atua no Metalist ao lado de outros brasileiros, como Matheus Peixoto, ex-Juventude, Paulinho Bóia, ex-São Paulo, e David, ex-Vitória. O meia equatoriano Cazares, que vestiu a camisa do Galo entre 2016 e 2020, também é companheiro do lateral.

Os jogadores aguardam o posicionamento do clube e da embaixada brasileira na Ucrânia para saber como poderão agir daqui pra frente.

-Não estamos na Ucrânia!!! Estamos aguardando um posicionamento do clube e também da embaixada brasileira... estamos em oração por todos que estão no país e crendo que tudo ficará bem-disse.

Mailton, de 23 anos, foi comprado pelo alvinegro no fim de 2019, vindo do Operário-PR, porém, ele pertencia ao Mirassol. Ele teve pouco atuou no time mineiro e acabou perdendo espaço, sendo cedido em junho do ano passado para o Metalist.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários