Em nota, Embaixada do Brasil em Kiev pede que brasileiros mantenham contato diário com a entidade
Lance!
Em nota, Embaixada do Brasil em Kiev pede que brasileiros mantenham contato diário com a entidade


Em nota, a Embaixada do Brasil em Kiev afirmou estar aberta para atender os cerca de 500 brasileiros que moram na Ucrânia. Lucas Rangel, atleta do Vorskla Poltava, e jogadores do Shakhtar Donetsk e Dínamo Kiev pedem ajuda ao Governo e buscam deixar o país.

- Solicita-se aos cidadães brasileiros em território ucraniano, em particular aos que se encontram no leste do país e outras regiões em condições de conflito, que mantenham contato diário com a Embaixada. Caso necessitem de auxílio para deixar a Ucrânia, devem seguir as orientações da Embaixada e, no caso dos residentes no leste, deslocar-se para Kiev assim que as condições de segurança o permitam.

O Itamaraty também disponibilizou o número de telefone +55 61 98260-0610 para que os brasileiros na Ucrânia e seus familiarem possam entrar em contato em casos de emergência consular.

ENTENDA O CASO
Desde 2014, a região de Donetsk se declarou independente da Ucrânia e por conta dos conflitos geopolíticos, o Shakhtar teve que deixar a cidade de origem e atuar em Kiev. O mesmo acontece com a região de Luhansk. Na última segunda-feira, Vladimir Putin, presidente da Rússia, reconheceu a independência das duas províncias.

Nesta quinta-feira, a Rússia decidiu invadir militarmente a Ucrânia com o argumento de que está atuando em defesa das reivindicações territoriais. No entanto, há pouco esclarecimento se a nação de Putin busca apenas garantir a soberania de Donetsk e Luhansk ou se planeja se expandir territorialmente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários