Contrato curto, valores e multa: saiba os bastidores do acerto de Vitor Pereira com o Corinthians
Fábio Lázaro
Contrato curto, valores e multa: saiba os bastidores do acerto de Vitor Pereira com o Corinthians


Não foi na primeira tentativa, mas o Corinthians conseguiu fechar com o português Vitor Pereira para assumir o clube alvinegro nesta temporada. O anúncio foi feito na última quarta-feira (23).

O Corinthians pagará cerca de R$ 2,5 milhões por toda comissão técnica. Além de Vitor, outros quatro profissionais integrarão a equipe do treinador, esses ainda não tiveram os nomes divulgados. Segundo informações colhidas pelo L!, o salário do treinador girará entre R$ 1,5 e 1,8 milhão, com restante sendo dividido para os demais profissionais.

> TABELA - Confira e simule os jogos do Corinthians no Paulistão
> GALERIA - Veja todos os técnicos estrangeiros na história do Timão

Sabendo que o valor excede o orçamento previsto pelo Corinthians para um trainador nesta temporada, a diretoria do clube conversa com o Grupo Taunsa, parceira desde o início desse ano, para arcar com parte dos vencimentos.

O que gerou certa surpresa foi o tempo de contrato. Se previa um acordo até dezembro de 2023, quando se encerra a atual administração do clube alvinegro, presidido pelo atual presidente Duílio Monteiro Alves. No entanto, o contrato foi firmado até o fim desta temporada.

O intuito deste acordo foi para em caso de demissão antes do fim do contrato o Timão não ter um alto prejuízo, já que em situações de desligamento a equipe do Parque São Jorge teria que pagar os salários integrais até o fim do vínculo, sendo ele até 2022 as pendências seriam menores.

Por outro lado, o Corinthians aposta no bom relacionamento que criou com o estafe de Vitor Pereira para negociar o contrato para a próxima temporada sem grandes aumentos, caso esses noves meses do treinador no Parque São Jorge seja um sucesso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários