Com elenco diversificado, Fluminense aposta em juventude e experiência para avançar na Libertadores
Lance!
Com elenco diversificado, Fluminense aposta em juventude e experiência para avançar na Libertadores


O Fluminense empolgou na estreia da Libertadores. Com um elenco mais velho em relação aos últimos anos, o Tricolor aposta na combinação de atletas iniciantes e que já possuem uma trajetória, inclusive na competição, para avançar até o mata-mata. Em busca deste objetivo, Abel Braga precisará encontrar o equilíbrio entre energia e a experiência.

Neste início de temporada, o Fluminense fez o maior investimento desde o fim da era Unimed. De olho na disputa da Libertadores desde a fase inicial, o departamento de futebol priorizou jogadores experientes em competições nacionais, mas principalmente para o torneio continental. Willian e Felipe Melo, campeões da última edição, e Cris Silva, destaque da Liga dos Campeões, são um exemplo da mudança de perfil nos reforços.

Em termos de planejamento, a temporada de 2022 foi diferente das anteriores. Se nos últimos anos o Fluminense contou quase que exclusivamente com joias da base, desde 2019 o time vem sendo reforçado por jogadores mais experientes, como foi o caso na chegada de Ganso, Egídio e Nenê. Na época, o Tricolor chegou a virar 'meme' nas redes sociais, quando os usuários ironizaram a média de idade no elenco. Contudo, a contratação de reforços com experiência mostrou resultado nas classificações, em especial a partir de 2020.

O retorno de Abel Braga também ocorreu para dar mais 'casca' ao time na Libertadores. O técnico, que faz a sua quarta passagem no Fluminense, é o técnico que mais comandou a equipe na competição. Na última terça, o comandante acrescentou mais uma estreia no torneio sem sofrer derrotas com a camisa tricolor. Para David Braz, presença desta experiência fez a diferença para que o time conseguisse virar o placar no Estádio El Campín.

- Quero exaltar a presença de jogadores experientes do grupo que procuraram passar tranquilidade, e, claro, a expulsão do Sosa vimos que poderia ajudar. Os adversários procuraram se defender bastante para não sofrer o gol, mas tivemos persistência na troca de passes e eu aproveitei para fazer o empate. No segundo tempo controlamos a partida, procuramos jogar no erro do adversário também. Jogo fora de casa, Libertadores tem que ter muita sabedoria, lidar bem, além de jogar contra uma grande equipe tem a altitude, que em muitos momentos tivemos dificuldades. Conseguimos virar e depois controlamos com chance de fazer mais dois ou três gols - disse.

Leia Também

> Veja a classificação do Cariocão

Contudo, o encaixe do elenco não se dará de forma automática, apenas pela presença de reforços experientes. Ainda em início de trabalho, Abel Braga tem experimentado arranjos diferentes, de forma que a capacidade física dos mais jovens e o conhecimentos dos mais antigos funcione da melhor maneira, a depender do adversário. Disputando quatro competições, o rodízio é inevitável e pode dar a oportunidade para novos destaques ao longo do ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários