Após batalha e derrota controversa na Rússia, Luan Miau e Cristiano Marcello tentam voltar ao Brasil em meio a conflito com a Ucrânia
Lance!
Após batalha e derrota controversa na Rússia, Luan Miau e Cristiano Marcello tentam voltar ao Brasil em meio a conflito com a Ucrânia


Luan Miau está inconformado com o resultado da luta contra Ilyas Khamzin no Russian Cagefighting Championchip (RCC) na última quarta-feira, em Ecaterimburgo, na Rússia. Embora tenha aplicado um knockdown no primeiro round e dominado as ações no terceiro, o brasileiro teve que amargar uma decisão dividida a favor do anfitrião.

“Estou feliz pela luta, pelo meu desempenho e pelo espetáculo; mas estou triste pela injustiça que fizeram. É gratificante saber que dei o meu melhor, mas dói muito saber que tiraram indevidamente a minha conquista. Recorri da decisão junto ao evento, que é de nível mundial, portanto não pode permitir erros como esse", desabafou Miau.

Além da dor de cabeça pela derrota imposta pela decisão dos jurados, o lutador da CMSystem e seu treinador, Cristiano Marcello, ainda estão apreensivos devido ao bombardeio russo sobre a Ucrânia nessa madrugada. O retorno deles ao Brasil está marcado para esta quinta-feira, em Ecaterimburgo.

“Já fecharam dois aeroportos, mas em cidades menores. Aqui onde estamos e em Moscou, onde a gente faz a conexão, como são cidades importantes e, segundo o pessoal aqui, a Ucrânia não tem poder bélico para atingir, está tudo tranquilo. Mesmo assim estamos apreensivos, queremos voltar para casa", contou Cristiano Marcello.

“Conversamos com alguns russos da parte da Sibéria. O clima está normal. Eles dizem que estão acostumados e que estão sempre na iminência de uma guerra. Para a gente é estranho, porque somos de um país pacífico. Enfim, qualquer tipo de guerra é uma ignorância, e quem mais sofre são os inocentes", complementou o treinador.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários