Cano marca, Fábio pega pênalti e Fluminense vence o Millonarios de virada na estreia da Libertadores
Lance!
Cano marca, Fábio pega pênalti e Fluminense vence o Millonarios de virada na estreia da Libertadores


A estreia do Fluminense na Libertadores foi agitada, emocionante e com vitória. Nesta terça-feira, o Tricolor bateu o Millonarios por 2 a 1, de virada, pelo jogo de ida da segunda fase, no Estádio El Campín, em Bogotá (COL). O time de Abel Braga sofreu com a altitude e não fez um jogo brilhante mesmo com um a mais desde os 18 minutos do primeiro tempo, mas contou com gols de David Braz e Cano para conquistar boa vantagem. Sosa descontou.

O confronto de volta entre as equipes acontece na próxima terça-feira, dia 1º, às 21h30 (de Brasília), em São Januário. Quem avançar enfrenta o vencedor de Atlético Nacional (COL) e Olímpia (PAR). Antes disso, o Flu faz o clássico com o Vasco no sábado, às 19h, no Estádio Nilton Santos.



MARCOU CEDO

O primeiro tempo foi bastante intenso no El Campín. Seja pelo nervosismo ou pela altitude, o Fluminense mostrou dificuldades nos minutos iniciais da partida e foi assim que saiu o gol do Millonarios. Logo aos seis minutos, em uma das jogadas mais eficientes dos colombianos, o contra-ataque rápido foi fulminante após escanteio para o Tricolor. Sosa deixou Calegari no chão e aproveitou o espaço para abrir a conta.

EXPULSÃO E LESÃO

Mas a noite reservava alguns momentos marcantes ainda. Logo depois de fazer o gol, Sosa se envolveu em confusão com Felipe Melo e os dois levaram cartão amarelo. Nove minutos depois, aos 18, ele deu uma cotovelada em Willian e recebeu o segundo amarelo, sendo expulso. Pelo lado do Fluminense, uma notícia triste. Aos 34 minutos, Fred foi lançado nas costas da zaga, mas sentiu uma lesão muscular na arrancada e logo pediu para sair, dando lugar a Germán Cano.

OUTRO CENÁRIO


Se começou muito mal, o Flu aproveitou a expulsão pelo menos para tomar conta da posse de bola, mas apresentou muita lentidão na transição. Os zagueiros avançavam e tentavam distribuir o jogo, já que Abel segue sem um meia de armação, mas erros bobos impediam chances mais perigosas. Foi em um lateral para a área que saiu o empate. Aos 42 minutos, Yago chutou de fora da área, o goleiro Montero falhou e soltou a bola nos pés de Luiz Henrique. O jovem acreditou, bateu escorregando e David Braz só completou para o fundo da rede.

SALVOU

A segunda etapa começou ainda mais intensa do que a primeira. O Fluminense teve duas ótimas oportunidades logo nos minutos iniciais com Luiz Henrique e Cristiano, mas foi o Millonarios quem chegou perto de marcar. Aos dois minutos, Yago Felipe fez pênalti bobo em Ruiz na área, mas viu Fábio salvar o erro. Silva bateu e o goleiro foi bem para espalmar e pegar a primeira cobrança contra o Flu desde março de 2021. Dos 19 cometidos na última temporada, apenas um não entrou.

COMPLICADO

O Fluminense sofreu nos momentos seguintes. Daniel Ruiz, o destaque do Millonarios, infernizou a defesa e foi aproveitando a liberdade para assustar. O jogador apareceu de todo jeito para dar trabalho aos defensores do Tricolor, que se seguravam como podiam. Cano até teve boa chance, mas, mesmo com um a mais, o time de Abel Braga sofreu para ter a bola.

FAÇA O L

Mas o gol veio no momento em que o Fluminense sofria e graças a um jogador que havia acabado de entrar. Martinelli deu duas enfiadas de bola em dois minutos e na segunda achou Luiz Henrique na direita. O jovem atacante encontrou Germán Cano, que só teve o trabalho de empurrar para o gol e marcar pela oitava vez contra o Millonarios na carreira.

VITÓRIA

Os minutos finais foram de um Fluminense que via viva a chance de um terceiro gol para sair da Colômbia com boa vantagem. Cano chegou perto, mas mandou para fora duas vezes. Com mais controle do meio-campo, o Tricolor tentou trocar passes para avançar e também administrar o placar. No fim, vitória por 2 a 1 mantida, a oitava seguida na temporada.

FICHA TÉCNICA:
MILLONARIOS 1X2 FLUMINENSE

Data/Hora:
22/02/2022, às 21h30 (de Brasília)
Local: El Campín, Bogotá (COL)
Árbitro: Dario Herrera (ARG)
Assistentes: Gabriel Chade (ARG) e Cristian Navarro (ARG)

Gols: Eduardo Sosa (6'/1ºT) (1-0), David Braz (42'/1ºT) (1-1), Cano (31'/2ºT) (1-2)
Cartões amarelos: Sosa, Llinás (MIL), Felipe Melo, Calegari, David Braz (FLU)
Cartões vermelhos: Sosa (MIL)

MILLONARIOS (Técnico: Alberto Gamero)
Álvaro Montero; Andrés Román (Perlaza - 46'/2ºT), Andrés Llinás, Juan Pablo Vargas, Omar Bertel; Stiven Vega, Larry Vásquez (Richard Celis - 37'/2ºT), Eduardo Sosa, David Silva (Juan Pereira - 46'/2ºT), Daniel Ruíz e Diego Herazo (Valencia - 19'/2ºT).

FLUMINENSE (Técnico: Abel Braga)
Fábio; Nino, Felipe Melo (Ganso - 19'/2ºT) e David Braz; Calegari, André, Yago Felipe e Cristiano (Pineida - 19'/2ºT); Willian (Arias - intervalo), Luiz Henrique e Fred (Cano - 37'/1ºT).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários