Técnico do Millonarios vê time pronto e exalta o Fluminense: 'Equipe armada para brigar por Libertadores'
Lance!
Técnico do Millonarios vê time pronto e exalta o Fluminense: 'Equipe armada para brigar por Libertadores'


Todas as atenções estão voltadas para a Libertadores. Assim como o Fluminense , o Millonarios também poupou os titulares, exceto o goleiro, pensando na estreia na competição nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no El Campín. Em entrevista coletiva nesta segunda, o técnico Alberto Gamero elogiou bastante a equipe brasileira. Os colombianos vem de vitória por 2 a 1 sobre o Jaguares de Córdoba.

– É uma equipe que foi armada para brigar pela Libertadores, com jogadores muito importantes em seu elenco como Fred, Felipe Melo, Luiz Henrique, Willian, o Cano e o Arias, que já estiveram aqui na Colômbia. Essa equipe perdeu o primeiro jogo do ano, mas daí em diante não perdeu mais, em sete jogos fez 21 pontos. É um time que se caracteriza por seu jogo coletivo, compacto. Muitas vezes usam três zagueiros, e os quatro mais adiantados e os três de frente são os que atacam - analisou.



– Não é uma equipe que faz muitos gols, a não ser no último jogo, que ganhou por 3 a 0, mas eles criam muitas situações de gol. Temos que estar atentos, independentemente do que eles vão propor. Mas também estamos convencidos que temos uma ideia e um modelo de jogo que estamos a cada dia implementando melhor e fazendo as coisas melhores. Millonarios tem sonho e fome de brigar pela classificação com o Fluminense - completou.

Além da qualidade do trabalho do treinador , o Millonarios também conta com outro fator a favor: a altitude de 2.552m acima do nível do mar de Bogotá. Gamero não escondeu que isso pode ser usado a favor do time da casa.

– Nesses tipos de jogos, quando pesa a altitude ou o calor, muitas vezes as equipes têm que saber aproveitar. Se para eles pesa, podemos colocar intensidade de jogo e ter um favorecimento nesta partida. Mas temos que fazer por onde, evitar que o jogo fique concentrado só em uma região, evitar parar muito o jogo. O ritmo nós que temos que dar e vejo a equipe bem preparada fisicamente e emocionalmente para pôr muita intensidade na partida. Os brasileiros em Bogotá se defendem bem com a bola. Temos que tirar rápido a bola deles e atacá-los. Se eles temem a altitude, nós temos que fazer com que ela cause dano a eles, impondo o ritmo para que sintam - finalizou.

O Fluminense visita o Millonarios na terça, às 21h30 (de Brasília), no El Campín. A partida de volta será no dia 1º de março, no mesmo horário, em São Januário. O El Campín deve estar praticamente lotado, com mais de 26 mil ingressos já vendidos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários