Contratação de Ricardo Goulart não foi unanimidade no CG do Santos
LANCE!/DIARIO DO PEIXE
Contratação de Ricardo Goulart não foi unanimidade no CG do Santos


O Santos divulgou novas Atas do Comitê de Gestão do clube referente as reuniões 53, 54 e 55, todas realizadas em janeiro. Os dirigentes conversaram sobre orçamento e planejamento, contratação de Ricardo Goulart e acordo com o Barcelona sobre uma dívida com relação ao Gabigol.

Reunião 53 – 5 de janeiro

Participaram desta reunião Andres Rueda, José Carlos Oliveira, Dagoberto Oliva, Rafael Leal, Vitor Loureiro Sion e Walter Schalka. Os membros do CG José Berenguer e Ricardo Campanário justificaram as ausências por motivos profissionais.

O executivo de futebol, Edu Dracena, apresentou uma proposta para a contratação do atleta Ricardo Goulart por dois anos, com mais um dependendo de metas de desempenho. Walter Schalka argumentou de forma contrária à negociação, indicando que o clube ainda enfrentará um ano difícil financeiramente em 2022 e que a contratação representaria um risco elevado. Os demais membros do CG apoiaram a contratação, considerando a avaliação do Departamento de Futebol sobre as prioridades para qualificar o elenco profissional.

O Santos também colocou em votação as rescisões dos atletas Lucas Venuto, Moraes e Davis Silva do Nascimento, todos aprovados por unanimidade.

Reunião 54 – 10 de janeiro

Para esta reunião, a mesa estava "cheia". Andres Rueda, José Carlos Oliveira, Dagoberto Oliva, José Berenguer, Rafael Leal, Ricardo Campanário, Vitor Loureiro Sion e Walter Schalka aprovaram, por unanimidade, as renovações dos atacantes Weslley Patati, Kaio Henrique e Marcos Leonardo.

Walter Schalka apresentou proposta de acordo pela dívida do Santos com o Barcelona devido ao não seguimento adequado da cláusula de preferência na ocasião da venda de Gabriel Barbosa ao Inter de Milão, em 2016. A dívida, de cerca de 3,2 milhões de euros, já foi denunciada na Fifa e poderia gerar Transfer Ban imediato.

O Santos perdeu o prazo para exigir a realização do amistoso contra o clube espanhol ou para cobrar a multa
prevista na ocasião da venda do atleta Neymar. Schalka explicou que o acordo atual prevê o direito de preferência do
Barcelona para a opção de compra de alguns atletas do clube.

José Carlos Oliveira, vice-presidente do clube e membro do CG, além de Dagoberto Oliva, foram contrários ao acordo.

Reunião 55 – 17 de janeiro

Andres Rueda abriu a reunião falando sobre o fluxo de caixa. Vitor Sion avisou ao CG que as gerências enviarão a atualização do planejamento estratégico nos próximos dias, cumprindo o cronograma previsto e analisando cada ação prevista para o triênio.

O presidente colocou em votação uma proposta de empréstimo do Arouca, de Portugal, pelo atacante Bruno Marques. O time português pagaria todo o salário do jogador, com valor de venda fixado caso exista posterior interesse na contratação em definitivo. Foi aprovado por unanimidade.

Por fim, todo Comitê aprovou o novo patrocinador do clube. A empresa que é uma das maiores fabricantes brasileiros de tubos e conexões em PVC e PEAD do Brasil, vai estampar as camisas dos atletas na barra traseira, abaixo do número, e também da comissão técnica.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários