Amiga faz apelo para que Flamengo homenageie vítima de tragédia em Petrópolis: 'Vai significar muito pro pai dela'
Lance!
Amiga faz apelo para que Flamengo homenageie vítima de tragédia em Petrópolis: 'Vai significar muito pro pai dela'


Os clubes do Rio de Janeiro prestaram homenagens na web às vítimas das fortes chuvas na cidade de Petrópolis , na região serrana do estado. De acordo com o G1, a tragédia deixou ao menos 138 mortos e 191 desaparecidos. Entre eles está a jovem torcedora do Flamengo Carol Affonso, de 19 anos. Como uma forma de prestar sua homenagem a amiga, Thaís Cerquira, de 20 anos, foi às redes sociais pedir para que o clube rubro-negro fizesse uma homenagem a ela na Supercopa do Brasil, neste domingo .

> Confira as tabelas dos campeonatos estaduais e simule os resultados!

Ao LANCE! , Thaís falou seu movimento para atrair os olhares do Flamengo , ressaltando a importância do clube na vida de Carol e de como o gesto seria importante para o pai dela, que sobreviveu à tragédia.

- Quando você pensa na Carol, automaticamente pensa no Flamengo. Flamengo era a vida dela. Quando tivemos a infeliz notícia de que realmente a casa dela tinha sido soterrada, fui olhar nossa última conversa e era sobre irmos a um jogo juntas. Olhei o perfil dela e diversas fotos no Maracanã. Eu pensei: 'O mínimo que ela merece, é uma homenagem do time do coração' - contou Thaís.



- Eu arrisco dizer que agora estou pensando mais no pai dela do que nela. Ele perdeu tudo de mais importante na vida dele. Perdeu a filha, a mãe, um neto, uma sobrinha que ele criou como filha, os dois filhos dessa sobrinha (o mais novo não tinha nem um mês de vida ainda), um cachorro e a sua casa - continuou a torcedora.

- Ele, que também é flamenguista fanático, levava a Carol com ele em quase todos os jogos do Flamengo no Maracanã. Estavam sempre juntos, unindo o amor um pelo outro ao amor pelo time. Pra alguém que perdeu tanto, ver o time do coração, um amor tão grande, homenageando a filha em rede nacional, significaria muito - acrescentou Thaís.

Carol Affonso e seu pai

Carol ia aos jogos do Flamengo com seu pai, Fábio (Arquivo Pessoal)

Thaís também contou que Carol vivia o Flamengo. A torcedora falava do clube em todas as conversas e aproveitava seu tempo livre para ver jogos antigos.

- A Carol estava sempre com uma camisa do Flamengo, ela tinha várias. Carol era do tipo que colocava os hinos pra tocar em casa. Assistia a jogos antigos no YouTube. Em qualquer conversa casual, Carol trazia à tona o assunto Flamengo - disse a amiga.

A movimentação nas redes sociais fez com que Thaís conseguisse os contatos de membros da diretoria do clube carioca para que tentasse colocar em prática a ação. Ao LANCE! , a assessoria do Rubro-negro afirmou que prestará um minuto de silêncio as vítimas da tragédia de Petrópolis.

Veja abaixo as publicações originais de Thaís.

A torcedora também destacou a importância de ajudar Petrópolis neste momento. Personalidades do esporte como a campeã olímpica Ana Marcela , o streamer Casimiro e o ex-atacante Romário foram alguns dos que ajudaram as vítimas publicamente.

- A cidade está precisando de todo tipo de doação. Muitas famílias perderam suas casas e muitas estão em risco, portanto tiveram que evacuar e pegar só o necessário. Precisamos de roupa, comida, verbas, voluntários pra ajudar na procura dos desaparecidos, qualquer tipo de ajuda é bem vinda! - completou Thaís.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários