Soares destaca mudança de bola como positiva para bom desempenho no Rio Open
TÊNIS NEWS
Soares destaca mudança de bola como positiva para bom desempenho no Rio Open


Bruno Soares celebrou sua sexta vaga na semifinal do Rio Open antes da chuva nesta sexta-feira em duelo de dois dias ao lado de Jamie Murray contra a dupla do francês Benoit Paire e o espanhol Albert Ramos.

Os dois marcaram 6/3 6/4 e encaram a dupla principal favorita formada pelo espanhol Marcel Granollers e o argentino Horacio Zeballos.
Bruno vai tentar pela primeira vez uma vaga na final do maior torneio da América do Sul: "O jogo foi em duas partes, ontem eles começaram muito distraídos, abrimos uma vantagem, eles recuperaram, mas tínhamos duas quebras. Hoje eles entraram mais ligados, quadra mais pesada , mas difícil se de impôr, mas jogamos super bem, super sólido. Benoit é mágico né, meteu uns 16 lobs ali que não dava pra ficar jogando nele, o outro você sabe o que acontece. Mas fomos sólidos, estamos jogando bem . Da minha parte, esse é o terceiro Rio Open com o Jamie, vejo que estou jogando o meu melhor no torneio, as condições e tal. Sinceramente jogar de dia é melhor que à noite principalmente ali (quadra 1) que é um caldeirãozinho . Agora é pedreira contra os cabeças 1, campeões daqui", disse o mineiro.

Soares destacou a mudança da bola como positiva. Agora o modelo é da Wilson e até o ano passado era da HEAD: "Essa bola é melhor pra mim , mais pesada, isso já me ajuda automaticamente. A outra bola dá uma voada e meu jogo não encaixa, eu bato muito reto, jogo muito no feeling e o saibro já tira a precisão pelos quiques errados. O resultado vai muito na devolução, nas outras edições ela escapava e meu ponto de desconforto em uma quadra de tênis é quando começo a errar devolução aí é onde , sou um cara bem tranquilo, administro bem, mas acaba me pressionando nas outras coisas".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários