Por dívida do Atlético-MG, Justiça bloqueia valores de vendas futuras de Guilherme Arana, Guga e Allan
Valinor Conteúdo
Por dívida do Atlético-MG, Justiça bloqueia valores de vendas futuras de Guilherme Arana, Guga e Allan


O Atlético-MG terá mais um problema jurídico para solucionar com o empresário André Cury, que move uma ação milionária contra o clube e que parece estar longe de ser resolvida. O Galo foi comunicado pela CBF que a entidade atendeu o pedido da 39ª Vara Cível de São Paulo para bloquear os direitos econômicos de Guilherme Arana, Guga e Allan. Assim, caso o alvinegro venda algum desses jogadores, o agente terá direito de pleitear o valor que corresponde ao débito que o Atlético possui com ele.

O bloqueio dos direitos dos três atletas não impede que eles joguem pelo clube mineiro em qualquer competição. A medida da defesa de Cury é para garantir que o Atlético quite sua dívida, caso esses jogadores de alto potencial financeiro sejam negociados.

Cury pede a retenção para receber comissões pela contratação do atacante Franco Di Santo, que chegam a R$ 1,4 milhão. Mas o débito com o agente é maior, ultrapassando os R$ 52 milhões.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários