André exalta parecia com Felipe Melo no Fluminense e vê 'jogo do ano' contra o Millonarios na Libertadores
Lance!
André exalta parecia com Felipe Melo no Fluminense e vê 'jogo do ano' contra o Millonarios na Libertadores


O jovem André vive grande fase no Fluminense . Com moral entre os torcedores, que o chamam de "melhor volante do Brasil" nas partidas, o jogador garantiu a sexta vitória consecutiva do Tricolor sobre o Nova Iguaçu na última quarta-feira, no Luso-Brasileiro. Aos 20 anos, ele se prepara agora para enfrentar o Millonarios na Colômbia, pela segunda fase da Libertadores. Em entrevista coletiva no CT Carlos Castilho, o garoto de Xerém garantiu não estar nervoso, mas admitiu temer a altitude.

- Eu confesso que estou muito tranquilo, não costumo ficar pensando muito antes dos jogos. Costumo distrair ao máximo minha mente e pensar no dia a dia. É claro que não podemos deixar de frisar que é um jogo muito importante, o mais importante do ano. A questão da altitude, eu nunca joguei, então para mim vai ser algo novo. Vou procurar trocar informação com quem já está acostumado, com quem já jogou. Mas que isso não seja um impasse, que nosso time possa se adaptar rápido e jogar de acordo com a situação, como o adversário vier - disse o jogador.



- Saber que é guerra. Com certeza, passando de fase, vai dar uma confiança ainda mais para os próximos meses. A gente chegou a treinar lá em Santa Fe. Confesso que é muito diferente o vento, a dificuldade para respirar. Teve jogador que nem conseguiu dormir, mas vamos nos adaptar - concluiu.

Quando Felipe Melo chegou ao Flu, muita gente achava que ele poderia entrar na vaga de André, que foi a revelação do último Brasileirão. Entretanto, o jogador de 38 anos vem atuando como zagueiro. Nas redes sociais, o experiente atleta exaltou o jovem, a quem chamou de "ousado", ao comemorar o gol na sétima rodada do Estadual.

- A carreira dele já fala por si. No primeiro dia que tive contato com ele, quando fui cumprimentar ele, ele falou sobre a maratona de jogos, perguntou se eu estava preparado. Eu falei que estava. Ele falou: se na última temporada você foi a revelação, esta temporada você vai ser o melhor do Brasil na posição". É um cara que sabe muito da posição, que já viveu muitas coisas. Converso com ele todos os dias. Dentro do campo ele também está sempre me orientando. É uma referência para mim mesmo, antes mesmo de vir para cá. É um jogador com muita experiência e que está voando em todos os jogos. Só tem a nos ajudar - afirmou.

- Esses jogadores que chegaram a carreira fala por si. São jogadores de muita qualidade e experiência. O mais próximo é o Felipe Melo, um cara que é referência na posição. Quando fiquei sabendo da notícia eu fiquei muito feliz. Chegou após duas Libertadores. Ele e o William sabem muito bem como é o caminho. Chegaram para somar juventude com experiência. Nosso time tem um elenco de muita qualidade e isso faz bem para o elenco. Os melhores vão começar jogando, mas quem entrar também vai ajudar - completou.

Antes de se consolidar como titular absoluto no Fluminense, André já havia ido bem no início da temporada passada, ainda quando o time que vinha atuando era o alternativo. Entretanto, ele perdeu espaço à medida que os titulares foram retornando. Por sentir que não teria chances de acordo com a avaliação da comissão técnica, o volante ficou bem próximo de deixar o Flu, inclusive para o rival Botafogo . Com a lesão de Hudson, o Tricolor desistiu de negociar o jogador . Mesmo assim, ele só foi jogar novamente em 20 de junho, contra o Fortaleza, mas logo conquistou a vaga.

- Eu me sinto muito à vontade aqui no Fluminense. Peguei profissionais aqui de muita qualidade e jogadores também que me ajudaram bastante, tanto que na minha autoavaliação consegui evoluir bastante mais por conta disso: profissionais excelentes e apoio dos jogadores, questão de posicionamento, na hora de saber atacar, defender, ter a escolha certa na hora do jogo - avaliou.

O Fluminense venceu cinco das seis partidas até o momento pelo placar de 1 a 0, o que gerou críticas dos torcedores . André avaliou o momento do time, que enfrenta o Volta Redonda neste sábado, às 19h, no Luso-Brasileiro. Logo em seguida, o time viaja para Bogotá onde encara o Millonarios na terça-feira, às 21h30, pelo confronto de ida da segunda fase da Libertadores.

- Realmente estamos ganhando com placar mínimo, mas creio que nosso time está desempenhando um bom futebol. Nos últimos jogos conseguimos criar, está faltando mesmo a bola entrar (risos). Estamos em constante evolução, comparado ao primeiro jogo. Estamos jogando em um esquema novo para todo mundo e nos saindo muito bem, criando mais, falta a bola entrar. É questão de treinamento, com o passar dos jogos vamos passar a fazer mais gols, dois, três por partida. Mas o que conta mesmo é a vitória. Seja por 4 a 0 ou 1 a 0, são os mesmos três pontos - finalizou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários